Soldado Milhões

Super-herói

13 Abr 2018 | 14:06
-A +A

Apesar do cinema português não tem grandes tradições no que se refere a produções  de guerra, mas, tendo por mote as comemorações do centenário da participação de Portugal na I Guerra Mundial, Gonçalo Galvão Teles e Jorge Paixão da Costa realizam Soldado Milhões. Inspirado na história verídica de Aníbal Augusto Milhais, o mais condecorado soldado português de sempre, esta obra transporta-nos até 1918, quando o Corpo Expedicionário Português (CEP) participa naquela que ficaria conhecida como a Batalha de La Lys, na Flandres. Apesar de um resultado dramático de mais de 7.500 mortes, para a história ficaria a lenda de um soldado que, vendo-se só nas trincheiras e assistindo aos seus companheiros de armas serem dizimados pelas tropas alemãs, agarra na sua metralhadora Lewis e arrisca a sua vida, travando as sucessivas investidas do inimigo e permitindo que os seus camaradas retrocedessem para uma posição na retaguarda mais segura. Acabaria por perder-se no meio do conflito sangrento e vários dias à deriva, acabando por salvar a vida a um soldado escocês de morrer afogado. Seria este que o levaria de volta até ao seu batalhão e contaria a sua história de abnegação e coragem, Reconhecido o seu valor e bravura no campo de batalha, o Comandante Ferreira do Amaral proferia as palavras que ficariam para a história “Tu és Milhais, mas vales milhões”.  O governo iria dar-lhe as mais altas honras de Estado, a Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, tendo inclusive batizado a sua aldeia natal como Valongo de Milhais,  em sua homenagem. Agarraria nesta imagem de herói e começaria uma campanha de propaganda política por todo o país. Para história fica a lenda de um soldado que, apesar ter apenas de metro e meio de altura, foi um gigante no campo de batalha. Soldado Milhais conta com um elenco composto por atores como João Arrais, Miguel Borges, Ivo Canelas, Teutónio Pereira, Raimundo Cosme, Isac Graça, entre outros

PUB
Top