1 ano do regresso à TVI: Cristina Ferreira assinala os 365 dias após saída da SIC (fotos)

Cristina Ferreira mudou-se da SIC para a TVI há um ano, no dia 17 de julho, e assinalou a data com fotografia especial. Veja na nossa galeria e recorde o balanço desta ‘transferência’.

17 Jul 2021 | 19:30
-A +A

Cristina Ferreira mudou-se da SIC para a TVI há um ano. Foi precisamente a 17 de julho que a apresentadora anunciou que ia embora de Paço de Arcos para Queluz de Baixo, como acionista e diretora.

Para assinalar a data, Cristina partilhou várias fotografias dela com a equipa que escolheu para a acompanhar. Imagens essas que não são novas. Uma delas, Cristina Ferreira publicou precisamente há um ano, no dia em que foi anunciada a sua saída da SIC. Na imagem estão a apresentadora, Lurdes Guerreiro, João Patrício e André Manso em Fátima. E na mesma imagem lê-se a mesma legenda: “juntos”.

Veja as imagens na galeria em cima.

“Não mudava uma vírgula”

No mês que completa um ano em que saiu da SIC para a TVI (17 de julho), Cristina Ferreira, a sua equipa e estratégia conquistaram os portugueses e, ao longo dos 12 meses (10 de trabalho oficial, uma vez que oficialmente só iniciou funções em setembro de 2020) a diferença entre a SIC e TVI diminuiu. Mas vamos aos números que esses não enganam. A audiência média do mês de julho de 2020 colocava a SIC com 4,7% (444 902 telespectadores diários) contra 3,5% (331 310 telespectadores diários) da TVI, analisando os dados de junho deste ano a diferença é notória. A SIC faz 4,5% (425 970 telespectadores diários) e a TVI 3,8% (359 708 telespectadores).

Um trabalho que nem sempre foi fácil e que coloca Cristina Ferreira e equipa sempre a trabalhar, como aconteceu, por exemplo, durante as férias no Dubai em que fechou a contratação de Rúben Pacheco.

Ao todo, e ao longo dos 11 meses, Cristina Ferreira lançou nove formatos na grelha, trocou manhãs e tardes. Tirou Manuel Luís Goucha das manhãs e colocou-o nas tardes, formato que o apresentador está como peixe na água e colocou Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos a apresentar o “Dois às 10”. E, Fátima Lopes e Isabel Silva deixaram o canal.

“Sentimo-nos muito felizes com a forma como temos construído esta equipa”

Cristina tem estado de baixo de fogo, mas responde sempre com um sorriso nos lábios, não esconde que por vezes o que se diz magoa, mas tenta não ligar e seguir em frente com o foco nos seus objetivos e confiante nas linhas que traçou. À revista TV7 Dias, durante o jogo de Portugal – Alemanha, Cristina Ferreira garante que está feliz com as opções. “Sentimo-nos muito felizes com a forma como temos construído esta equipa, de forma a atingirmos um dia destes os objetivos que pretendemos, embora aqueles que tínhamos em mente já tivessem sido alcançados, que era o crescimento que nós temos garantido”, partilhou na altura e completou:

“De dia para dia, as coisas mudam e, portanto, se for preciso mexer, nós mexemos. Agora sabemos que há uns quantos jogadores… não caberia na cabeça de nenhum selecionador nacional tirar o Cristiano Ronaldo se ele estivesse em forma numa seleção, não é? É o que acontece aqui com algumas pessoas. E alguns trocaram: de avançado passaram a médio. Vou mudando a tática em função do jogo e é assim que se deve fazer televisão.”

Cristina Ferreira: “Foi um ano de crescimento extraordinário”

Cristina Ferreira anunciou a sua saída da SIC sem que ninguém o esperasse. Tal decisão tem-lhe valido duras crítica dos espectadores apesar da agora acionista de 2,5 por cento da TVI já ter explicado que a ofrrta do canal de Queluz de Baixo era irrecusável e que há oportunidades que só acontecem uma vez na vida. Mas Cristina Ferreira não tem dúvidas. “Foi um ano de crescimento extraordinário”, começa por dizer à revista TvMais. “Não mudava uma vírgula”, conclui.

Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: Redes Sociais
Leia também:
“Fui muito crítica com a Cristina Ferreira”: Suzana Garcia reafirma “mau estar”

 

PUB
Top