14 famosos que cometaram crimes fatais

Conheça as histórias destas celebridades que já cometeram homicídios. Umas por acidente, outras de forma planeada.

24 Abr 2018 | 14:03
-A +A

A vida das estrelas nem sempre é o mar de rosas que se imagina. O estatuto de celebridade não lhes confere qualquer imunidade às vicissitudes da vida. Tal como o comum mortal, são, muitas vezes, ‘vítimas’, de tragédias ou os próprios perpetradores.

Acidentes ou crimes bem planeados. Relembre ou conheça as histórias destes 14 famosos que já cometeram homicídio!

Matthew Broderick

O atual marido de Sarah Jessica Parker, envolveu-se num acidente de viação que acabou por tirar a vida a uma mãe e filha. Em 1987, o ator e a namorada na altura – a atriz Jennifer Grey, protagonista do filme «Dança Comigo» – estavam de férias na Irlanda, quando Matthew, que seguia ao volante do carro, circulava em contramão e bateu de frente noutro veículo, matando as ocupantes.

Jennifer teve ferimentos leves e passou anos em terapias para superar o trauma. Já o ator sofreu uma fratura na perna, mas declara que não se lembra do acidente. Foi condenado a pagar uma indemnização de 175 mil dólares à família.

Caitlyn Jenner

Em fevereiro de 2015, Caitlyn envolveu-se num grave acidente de carro em Malibu. De acordo com algumas testemunhas, Jenner chocou contra um carro, empurrando-o para a frente de um Hummer. O motorista do carro morreu e outras sete pessoas ficaram feridas no acidente. A socialite não sofreu quaisquer ferimentos.

Brynn Hartman

Brynn Hartman era uma atriz com pouco sucesso que entrou em séries como o «Terceiro Calhau a Contar do Sol». Era casada com Phil Hartman, um grande humorista americano conhecido pelo seu trabalho em «Saturday Night Live» e «Os Simpsons».

Numa noite, a atriz esperou que o marido adormecesse matou-o com 3 tiros. De seguida, ligou para a polícia e pediu que tirassem as crianças da casa. Depois, trancou-se na casa de banho e suicidou-se.

Lane Garrison

O ator conhecido por interpretar David Apolskis na série «Prison Break», em 2005 e 2006. Em 2006, Lane conduzia sob influência de álcool e cocaína, quando bateu com o carro e acabou por matar uma jovem de 17 anos que seguia com ele no veículo. O ator foi condenado a 3 anos de prisão em 2007, foi liberado em 2009 e terminou a pena num centro de reabilitação.

Johnny Lewis

Conhecido por interpretar Half Sack na série «Sons of Anarchy», o jovem ator parecia ter uma carreira promissora em Hollywood. Mas em setembro de 2012, invadiu a casa da senhoria e acabou por matá-la, juntamente com o gato. Perturbado, subiu para o telhado da casa e não se sabe se escorregou ou se se atirou, cometendo suicídio.

Charles S. Dutton

Charles era um pugilista amador que acabou por se envolver numa briga de rua, onde esfaqueou um homem, ferindo-o mortalmente. Foi condenado a 10 anos de prisão. Depois de cumprir a pena, decidiu mudar de vida. Terminou os estudos e seguiu a carreira de ator.

Skylar Deleon

O Power Ranger Vermelho foi acusado de assassinar um casal, com a ajuda da mulher, para lhes roubar o iate. Os dois amarraram as vítimas na âncora do próprio barco e atiraram-nos ao mar. O ator foi condenado a morte por injeção letal e continua preso.

John Wilkes Booth

John Booth era um consagrado ator dos teatros americanos, mas completamente contra os ideais do presidente Abraham Lincoln. Fazia parte dos ativistas confederados e era contra a abolição da escravatura.

Quando o presidente dos EUA foi reeleito, decidiu assassiná-lo. Por ser um ator famoso, John tinha livre acesso aos camarotes do Teatro Ford. Então, conseguiu facilmente entrar no camarote privado de Lincoln, onde este assistia a uma peça, e assassiná-lo. O ator acabou por ser morto durante a fuga.

Rebecca Gayheart

A atriz, que entrou em «Anatomia de Grey», atropelou mortalmente uma criança de nove anos, em junho de 2001. Gayheart foi condenada a três anos de prisão condicional, um ano de carta de condução suspensa, uma multa de 2800 dólares e a 750 horas de serviço comunitário.

Snoop Dogg

Em 1993, o músico foi preso acusado de estar relacionado ao assassinato de Phillip Woldermariam, integrante de um gangue rival, morto a tiro pelo segurança de Snoop. O artista conduzia o carro de onde foram disparados os tiros. Ambos foram absolvidos.

Oscar Pistorius

O atleta paralímpico foi acusado de ter matado a tiro a namorada em 2013, a modelo Reeva Steenkamp. O sul africano alegou tê-a confundido com um ladrão. Pistorius foi condenado, primeiro a seis anos de prisão, depois o tribunal decidiu aumentar a pena e atualmente cumpre 13 anos de prisão.

Amy Locane

Em junho de 2010, a atriz de «Melrose Place» envolveu-se num acidente de carro em Nova Jersey, que culminou na morte de uma senhora de 60 anos e deixou o marido da vítima com graves lesões. O nível de álcool no sangue de Amy era três vezes maior do que permitido pela lei americana. Após o julgamento, em 2013, a atriz – e mãe de duas filhas – foi condenada a três anos de prisão, pena que foi diminuída e Amy saiu em liberdade em junho de 2015.

Guilherme de Pádua

O ator brasileiro assassinou a atriz Daniella Perez, com quem contracenava na novela «De Corpo e Alma». Guilherme acabou por se apaixonar por Daniella, o que acabou por afetar o seu casamento com Paula Thomaz.

O casal planeou e assassinou a atriz com 18 golpes de tesoura e a seguir atirou-a para a mata. O caso aocnteceu em 1992. Pádua foi condenado a 19 anos de prisão, mas em 1999 saiu em liberdade condicional. A pena da mulher também não chegou aos sete anos.

O.J. Simpson

Este é um dos casos mais mediáticos de sempre. Em 1994, o famoso jogador de Futebol Americano assassinou a mulher e o amante desta, que também era seu amigo pessoal, mas conseguiu ser absolvido. Apesar disso, a sua carreira ficou arruinada. Em 2007, O.J. voltou a ser preso, acusado de assalto e sequestro e foi condenado a 33 anos de prisão.

Fotos: D.R.

 

 

PUB
Top