“A braços com tragédia”: Nuno Markl está de luto com morte no seio familiar

Nuno Markl chora a morte do cão da mãe, menos de um ano depois de a sua cadela, Uva, ter perdido a vida. A “tragédia” aconteceu “no meio da alegria de estrear o programa “Princípio, Meio e Fim”.

13 Abr 2021 | 10:30
-A +A

“Este post levou algum tempo para digerir”. Foi desta forma que Nuno Markl começou por referir aos fãs que está de luto. Depois de perder, há menos de um ano, a cadela, Uva, o radialista volta agora a chorar a morte de mais um membro da família, o cão da sua mãe, Quim.

“Foi a segunda perda canina que sofremos em menos de um ano. A injustiça que é a parca quantidade de vida distribuída pela natureza a estas boas almas, obrigando-nos à recorrente tristeza de as ver partir”, contou o humorista, nas redes sociais, referindo que tudo aconteceu no mesmo dia em que se estreou o novo programa de Bruno Nogueira na SIC, “Princípio, Meio e Fim”, do qual faz parte. “No meio da alegria de estrear um programa novo, estive a braços com a tragédia da partida de mais um membro da família”, frisou.

O radialista escreveu ainda que o cão da sua mãe era: “senhor de uma postura altiva e confiante, inteligente a um ponto em que achámos todos que um dia iria começar a falar, tal a maneira como parecia perceber tudo o que lhe era dito, nuances incluídas”, e revelou também que o animal, um rafeiro de 17 anos, já tinha algumas patologias associadas.

“Rijo como todos os rafeiros, apesar das maleitas dos últimos anos, o Quim só acabou vencido pela idade avançada: os tais injustos 17 anos, que num humano ainda nem maioridade são, mas que nele foram uma terrível e súbita acumulação de sofrimento: cegueira, surdez, dores, demência. A minha mãe perdeu um companheiro incrível, que esteve lá em tantos momentos em que o resto da família não pôde estar. Vamos todos sentir a falta dele, embora felizes pela vida que viveu e a maneira serena como adormeceu pela última vez”, lê-se.

E acrescentou: “As cinzas do Quim juntam-se às da Uva no maravilhoso terreno da Associação São Francisco de Assis, em Cascais, organização exemplar a cuidar com carinho de todos os animais”.

 

Texto: Márcia Alves; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top