A dobrar: Rita Marrafa de Carvalho reage a nomeações nos Troféus Impala de Televisão

Rita Marrafa de Carvalho concorre para Melhor Jornalista/Repórter nos Troféus Impala de Televisão. Além disso, “Depois do Crime”, da sua autoria, está nomeado para Melhor Reportagem/Documentário.

05 Mai 2021 | 8:00
-A +A

Rita Marrafa de Carvalho tem motivos a dobrar para celebrar. A jornalista da RTP vê o seu nome envolvido em duas nomeações nos Troféus Impala de Televisão 2021: uma a título pessoal, na categoria de Melhor Jornalista/Repórter, e outra pelo programa “Depois do Crime”, que luta pelo prémio de Melhor Reportagem/Documentário.

“Foi com enorme satisfação que tomei conhecimento desta dupla nomeação por parte dos Troféus Impala de Televisão 2021”, reage Rita Marrafa de Carvalho, num vídeo enviado à nossa redação.

A profissional da estação pública começa por falar da nomeação coletiva, sublinhando que, além dela, a série documental foi feita por Miguel Teixeira, Paulo Domingos Lourenço e Carlos Pinota.

Além de “Depois do Crime”, concorrem na categoria de Melhor Reportagem/Documentário “A Crise das Nossas Vidas” (de Isabel Loução Santos, TVI), “Entre Duas Pandemias” (de Jacinto Godinho e Rui Manuel Silva, RTP1), “Os Dias de Quarentena” (de Cândida Pinto, RTP1) e “Plástico – O Novo Continente” (de Catarina Canelas, TVI).

 

Rita Marrafa de Carvalho: “É para o público que todos nós trabalhamos”

 

Já “em nome pessoal, quero agradecer a nomeação para Melhor Jornalista/Repórter. É, sem dúvida alguma, muito gratificante ser escolhida por pessoas que admiramos e que respeitamos, que são os nossos pares”, acrescenta Rita Marrafa de Carvalho, que está na luta pelo Troféu Impala de Televisão ao lado de Cândida Pinto e João Pedro Mendonça, também da RTP, Paulo Salvador, da TVI, e Pedro Coelho, da SIC.

“Agora, a escolha é do público. É para ele que todos nós trabalhamos. Muito obrigada”, remata a jornalista.

 

Texto: Dúlio Silva; Foto: D.R.

PUB
Top