“A família está fechada”: José Carlos Pereira já decidiu e não quer voltar a ser pai

José Carlos Pereira diz que vai “ficar por aqui” no que a filhos diz respeito. O ator revelou ainda a reação do filho mais velho ao nascimento do irmão e falou sobre a novela da TVI “Festa é Festa”.

09 Abr 2021 | 17:25
-A +A

O segundo filho de José Carlos Pereira, o primeiro da relação com Inês Góisnasceu no dia 1 de abril. Realizado no campo pessoal, com a chegada do pequeno Tomás, o ator exclui a possibilidade de voltar a ter filhos. “Para mim, neste momento, a família está fechada. Acho que vou ficar por aqui”, contou o intérprete, de 42 anos, num encontro com os jornalistas a propósito da novela da TVI “Festa é Festa”.

O também médico disse-se “muito satisfeito” pela família que construiu. A chegada do mais recente elemento tem-se revelado, para já, tranquila. “Neste momento, tem sido um anjo. Está a correr tudo muito bem, mesmo a nível do aleitamento. Está tudo a correr perfeitamente, de uma maneira muito normal. É um anjinho. Tem nos dado noites super descansadas”, disse, com a consciência, porém, de que tudo pode mudar a qualquer momento. “Não gosto de falar antes do tempo, porque ainda é tudo muito precoce e as coisas podem evoluir (…), mas estaremos preparados para isso.”

José Carlos Pereira não esconde que tem uma agenda metodicamente organizada para conciliar as gravações da nova novela da estação de Queluz de Baixo, a profissão de médico e a vida pessoal. “Adormeço por volta das 11 da noite, acordo por volta das 4h30/5h da manhã para treinar. Depois, faço as minhas coisas, estudo um bocadinho e vou trabalhar, seja aqui [na novela ‘Festa é Festa’], seja na clínica”, explicou o ator, garantido que nunca quis abandonar a sua carreira na medicina em detrimento da representação.

Porém, admitiu que teve de ser deixar o serviço de urgências de um hospital em Abrantes em que trabalhava para poder estar mais disponível para acompanhar tanto a companheira como o recém-nascido.

 

Revelada a reação do filho mais velho ao nascimento do irmão

 

José Carlos Pereira já tinha passado pela experiência da paternidade aquando do nascimento de Salvador, atualmente com quatro anos, fruto da antiga relação com Liliana Aguiar. Assumidamente pai “babado”, o eterno Pedro da novela da TVI “Anjo Selvagem” descreve a reação do primogénito como “fabulosa”.

“Tenho um filho lindo. O Salvador é uma criança super especial. Nós dizemos sempre isso dos nossos filhos, mas inevitavelmente fico babado quando falo deles. É verdade que é um ser mágico para mim. É super afetivo, sempre foi. E foi maravilhoso ver a reação dele com o irmão”, começou contar o ator.

“Pegou logo nele ao colo. Foi muito engraçado. É uma criança super especial e ficou muito agradado. Aliás, ele já tem a experiência do outro lado. Já tem vários irmãos, mas foi gira a parte protetora dele a dizer: ‘eu é que sou o mano mais velho e vou ensinar-lhe coisas lindas'”, recordou, envaidecido.

 

José Carlos Pereira: Médico na vida real… e na ficção da TVI

 

A Aldeia Galega da Merceana, no concelho de Alenquer, é o cenário que acolhe as gravações do novo produto de ficção da TVI. Em “Festa é Festa”, José Carlos Pereira vai interpretar… o médico da aldeia, de seu nome Tomé. Para preparar a personagem, o ator reconheceu que foi “inevitável” não transpor a sua vida enquanto médico na construção do papel.

O ator explicou que não ajudou no texto, mas deu o seu contributo em “alguns pormenores”, nomeadamente os termos técnicos utilizados na medicina, para conseguir dar um cunho mais realista às cenas. “Obviamente que há aqui pequenos pormenores que se vai buscar, mesmo na marcação das cenas. Falo com o realizador para que aquilo fique o mais credível possível”, contou.

Sem revelar grandes detalhes sobre a sua personagem, José Carlos Pereira adiantou que não faz parte do núcleo cómico. “O Tomé tem uma mágoa com o seu passado que condiciona o seu presente em determinadas situações”, disse.

“Foi uma personagem que me agradou muito, porque acaba por ser um contraponto com todas as outras personagens da aldeia. Todos os outros andam num universo um bocadinho à Tim Burton. Acho que vão ficar muito surpreendidos”, afiançou ainda sobre a trama escrita por Roberto Pereira.

 

Texto: Alexandre Oliveira Vaz e Ana Filipe Silveira; Fotos: Tito Calado e reprodução redes sociais

PUB
Top