A ferro e fogo: Famílias de Gonçalo Quinaz e Bruno Savate revoltadas com Joana

A mãe de Gonçalo Quinaz diz que Joana Albuquerque e os pais precisam de ir a um psicólogo. Já o irmão de Bruno Savate diz que a ofensa proferida pela jovem é uma vergonha para o país.

15 Mar 2021 | 8:00
-A +A

O “Big Brother – Duplo Impacto” está a ferro e fogo, mas é cá fora que a guerra tem dado que falar, com as famílias de Gonçalo Quinaz e Bruno Savate a revoltarem-se contra Joana Albuquerque e os seus pais.

Esta guerra já se vinha a arrastar há algum tempo, mas escalou no domingo, dia 7 de março, com a ida da mãe do ex-futebolista à Ericeira gritar pelo filho e contra a ‘beta’ de Cascais, que acusou de ser “uma merd*” e de não valer “um caralh*”.

Questionada sobre as suas palavras, Fátima Carvalho começa por dizer, em exclusivo à TV 7 Dias, que se devia perguntar primeiro “aos pais da Joana o que é que eles publicaram para todo o mundo ver no Facebook, a foto que publicaram do seu filho e o que escreveram do seu filho”, atira, referindo-se a um printscreen publicado no grupo de apoio à jovem com a legenda “cereal killer” [N.R.: assassino de cereais].

Em tom de defesa, a mãe de Gonçalo Quinaz garante não ser “parva” e ataca os pais de Joana Albuquerque, que diz acharem-se “muito inteligentes”. “Mas eu não sou atrasada mental”, atira.

Já Daniel Savate usou as redes sociais para criticar a ex-namorada do irmão, que o chamou de “lixo humano”. Em declarações exclusivas à TV 7 Dias revela ainda o maior desejo da família, que está preocupada com o concorrente.

 

Leia estas e outras declarações da mãe de Gonçalo Quinaz e do irmão de Bruno Savate na edição desta semana da TV 7 Dias. Já nas bancas!

 

TV 7 Dias

 

Texto: Carla Ventura; Fotos: Divulgação TVI e reprodução redes sociais

PUB