“A minha velhota diz que sou doente de tanto que compro”: Elma Aveiro leva recado da mãe

Elma Aveiro conta que, de vez em quando, a mãe, Dolores Aveiro, lhe ‘dá na cabeça’, por a irmã de Cristiano Ronaldo gastar muito dinheiro em compras.

03 Mai 2021 | 8:00
-A +A

Elma Aveiro, irmã de Cristiano Ronaldo, facultou, através dos seus InstaStories, ferramenta do Instagram, a possibilidade aos fãs de lhe colocarem questões sobre a sua vida. Uma seguidora inquiriu a empresária sobre os seus maiores gastos. “Com o que é que a Elma gasta mais?”, perguntam-lhe.

A madeirense, de 48 anos, proprietária de uma loja de roupa, assumiu, sem complexos, o seu gosto pela moda e de até ser uma mulher “vaidosa”, o que a leva a cometer exageros na compra de alguns acessórios para complementar os seus looks. “Meu Deus. Sou muito vaidosa. Gosto, compro, mas adoro óculos de sol diferentes e jóias”, confidenciou.

Quem não se mostra muito conivente com os gastos da irmã do craque português é a matriarca do clã Aveiro, que não se coíbe de dizer a Elma o que pensa sobre o assunto. “A minha velhota diz que sou doente de tanto que compro”, contou ainda Elma Aveiro.

Elma Aveiro enfrenta processo em tribunal por dívida a contabilista

Elma Aveiro é réu no âmbito de uma ação judicial interposta por uma contabilista do Funchal. De acordo com um jornal diário, a irmã de CR7 está a ser acusada por um gabinete de contabilidade de uma alegada dívida de 801,35 euros. Cristina Silva, a contabilista, decidiu avançar no passado mês de março com processo em tribunal no Juízo Local Cível do Funchal. Tal atitude terá sido tomada depois de, tanto a profissional, como Elma Aveiro, não terem chegado a acordo.

Em declarações ao Correio da Manhã, a contabilista explicou que era responsável “pela gestão das finanças da irmã do futebolista, mas que as duas se desentederam em 2010, depois de Elma ter pedido a elaboração de uma candidatura a apoios do Estado para manter a loja CR7 do Funchal aberta”. Situação sem sucesso por, alegadamente, não preencherem os requisitos necessários. “Ela acabou por prescindir dos meus serviços, mas não liquidou as contas e é só por isso que eu peço que pague o que me deve”, disse Cristina Moutinho da Silva.

Uma fonte próxima de Elma Aveiro garante que esta desavença aconteceu porque “a senhora terá ficado melindrada porque Elma não quis continuar a trabalhar com ela, mas se isso aconteceu é porque ela não estava satisfeita com o trabalho”, afiança à mesma publicação.

Texto: Alexandre Oliveira Vaz com Ana Lúcia Sousa; Fotos: Redes Sociais
Leia também:
Teresa do “Big Brother” acusa Elma Aveiro de bullying: “Disse coisas obscenas sobre mim”

 

PUB
Top