“A Serra”: Fátima acusa Mariana de ter contado a história de Tomás à jornalista

No episódio desta noite de “A Serra”, da SIC, Fátima pergunta a Mariana o que estava a fazer com a jornalista na pastelaria, pois Fausto viu-a. Mariana fica angustiada e Tomás olha-a, incrédulo.

12 Abr 2021 | 15:15
-A +A

No episódio desta noite de “A Serra”, da SIC, Anabela conta que na escola comenta-se que o pai se matou. Fátima diz que não e que vai provar quem fez mal ao pai dela. Paula lembra-se da conversa que teve com Gustavo e Fátima avisa-a que amanhã tem de levar as miúdas à escola.

Jacinta está a ouvir música clássica alheada do que o irmão e a mãe falam. Tozé fica interessado nos gafanhotos. Sãozinha, orgulhosa, mostra o calendário dela.

Carminho não quer partilhar o bolo de erva com Manuel. Guida traz os lençóis e toalhas lavados. Salvador quer pagar mas ela diz que é um favor que faz para eles. Salvador conta-lhe das aulas com Jacinta, ela sugere que ele compre bilhetes para levá-la a um espetáculo dança.

Mariana mostra a notícia sobre Leonor a Tomás, que fica em pânico, não podiam ter feito isto, fica a achar que foi Sebastião. Mariana fica preocupada com a reação dele. Sebastião fica indignado ao ver que Tomás suspeita dele, diz que achou que tivesse sido Tomás. Este pede a Guilherme que diga à família Nunes que não teve nada a ver com isto.

Paula não reconhece logo Cristina quando esta se apresenta. Paula fica nervosa quando Cristina pergunta se esteve com Gustavo na noite de morte de Artur. Anabela escuta a conversa e fica curiosa ao ouvir a tia dizer que passou a noite com ele.

Fátima pede ajuda a Hugo para saber se o irmão andava a tomar comprimidos. Quer saber se Carlota comprou alguns. Hugo diz que isso não lhe pode dizer o que deixa Fátima frustrada.

Marta está triste por ter que tomar medicação para o resto da vida e não poder tirar a carta. Carminho pergunta por Hortense e vai direta à cozinha e pede-lhe uma erva mais forte, diz que a que lhe deu não estava muito boa. Hortense vai buscar outra mas não entende nada da conversa de Carminho.

Guida mostra o calendário da mãe a promover os produtos locais, quer afixá-lo na receção do hotel, mas Nicolau acha que Carlota não vai gostar. Manuel eufórico diz que está rico, as ações que tinha comprado e nem percebia nada do assunto, valorizaram. Salvador fica animado a quando fala com opai ao telemóvel e manda vender as ações. Jacinta vem tirar satisfações com ele, diz que não quer ir a bailado nenhum, ele que ofereça ou devolva os bilhetes. Manuel está radiante. Carminho quer gastar o lucro da venda das ações mas Manuel diz que não, ainda assim, cede em levá-la a jantar.

Domingos está furioso ao ler a notícia sobre eles e Leonor, acha que foi Tomás que falou para as revistas. Sãozinha aparece na mercearia trazendo um calendário seu e diz que está do lado deles, se precisarem vai testemunhar. Domingos está exaltado. Rosalinda acha que não foi Tomás a fazer isto. Guilherme acha melhor falarem com a jornalista e contarem a versão deles, mas Domingos não quer.

Ivone fica a saber que Fátima recebeu um telefonema a ameaçar Anabela. Prontifica-se a ajudar no que for preciso. Fausto mostra a notícia sobre Leonor, diz que viu Mariana a falar com a jornalista.

Carlota fala com Mariana ao telemóvel, conta como correu em Lisboa. Fernando confronta Carlota com carta despedimento de Lena. Carlota hesita em contar porque discutiram.

No restaurante, Tomás pede ajuda a Fátima para dizer aos tios que não foi ele que falou com a jornalista. Fátima mete-o em causa e Mariana defende-o. Fátima aproveita para lhe perguntar o que estava a fazer com a jornalista na pastelaria, pois Fausto viu-a. Mariana fica angustiada e Tomás olha-a, incrédulo.

Carlota vem atrás de Fernando e pergunta onde vai. Ele diz que vai procurar Lena e pedir desculpas pela mulher que tem, acusa-a de ter ido com ele a Lisboa só para o controlar. Gustavo manda sms ao irmão a dizer Carlota já voltou e está no hotel.

Mariana tenta desculpar-se e acusa a jornalista de manipular o que disse. Fátima diz que o que foi escrito só pode ter sido dito por alguém que conhece muito bem o caso. Tomás diz que ela não tinha o direito de fazer o que fez e sai furioso.

Recorde aqui o episódio anterior de “A Serra”, da SIC.

Texto e fotos: SIC

PUB
Top