“Absolutamente deplorável”: Fernanda Lapa “não quis tratar-se” e morreu em mês e meio

Fernanda Lapa viu-lhe ser diagnosticado um problema na vesícula biliar, mas “baldou-se” e “não quis tratar-se”. Palavras da irmã, a também atriz São José Lapa, em entrevista a Manuel Luís Goucha.

16 Abr 2021 | 21:33
-A +A

Fernanda Lapa morreu, aos 77 anos, a 6 de agosto de 2020. Na época, soube-se que a atriz estava internada num hospital de Cascais, mas a causa de morte, apontada como um cancro, nunca foi confirmada. A irmã, a também atriz São José Lapa, revelou, esta quinta-feira, 15 de abril, que a artista tinha um problema na vesícula biliar.

“Foi uma cena absolutamente deplorável”, contou São José Lapa a Manuel Luís Goucha, no programa das tardes da TVI com o nome do apresentador. “Nós tínhamos caminhos muito diferentes, mas afetivamente… Eu tinha mais ‘input’ [ligação] com ela do que ela comigo. Ela não quis tratar-se“, revelou a cofundadora, em 2006, do espaço cultural das Aguncheiras. “Eu sabia que ela tinha uma coisa a nível da vesícula e tinha marcado ir ao médico, ir tratar-se, e não foi. Baldou-se”, completou.

São José Lapa garante que Fernanda Lapa o fez “conscientemente”. “Ela era como o meu pai: fugiam dos médicos, dos advogados e dos cangalheiros (risos). Acho que foi isso que… Aquilo foi num mês e meio”, rematou.

A notícia da morte de Fernanda Lapa foi confirmada, na época, pela companhia de teatro Escola de Mulheres, da qual a atriz foi diretora artística desde a sua fundação, em 1995.

 

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Arquivo Impala e D.R.

PUB
Top