“Acho que fui demasiado eu própria”: Paula Lobo Antunes foi “despedida” de linha erótica

Paula Lobo Antunes trabalhou numa linha erótica, mas acabou por ser “despedida” porque era “péssima”. “Se calhar, se eu o fizesse agora, não me despediam. Até me davam um aumento”, atira a atriz.

08 Mai 2021 | 15:30
-A +A

Paula Lobo Antunes recordou a época em que, na casa dos 20 anos e quando estudava em Londres, Inglaterra, trabalhou numa linha erótica. No programa da SIC Mulher “Irresistível”, apresentado por Alexandra Lencastre, a atriz contou que foi “despedida” porque era “péssima”.

“Fiz aquilo tão mal… Tinha histórias eróticas para contar, mas chumbei”, riu-se Paula Lobo Antunes. “Acho que fui demasiado eu própria. Era uma história de uma professora que estava a corrigir uns testes e depois aparecia alguém… Não era para mim. Se calhar, se eu o fizesse agora, não me despediam. Até me davam um aumento”, atira.

 

Além de Paula Lobo Antunes, também Cláudio Ramos trabalhou em linha erótica

 

Já em janeiro de 2019, no “O Programa da Cristina”, apresentado por Cristina Ferreira na SIC, a mulher de Jorge Corrula tinha adiantado que aceitou este trabalho por ser “dinheiro muito fácil”. “Ganhava-se muito bem. Mandavam-nos o texto por correio e fazíamos a gravação. Depois, mandavam-nos o cheque também por correio. Não falava com ninguém”, explicou.

No extinto formato da agora Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, também Cláudio Ramos e Piet-Hein Bakker, ex-marido de Alexandra Lencastre e pai das suas duas filhas, relataram ter passado pela mesma experiência. “Eu seduzia melhor os homens do que as mulheres”, disse, na altura, o atual apresentador de “Dois às 10”, da TVI, avançando que ganhava cerca de mil euros. “As histórias tinham algum humor e erotismo. Numa história era um preso e depois vinha uma guarda prisional muito sexy”, lembrou, por sua vez, o produtor.

 

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: reprodução redes sociais

PUB