Acusação contra Harvey Weinstein ANULADA pela justiça!

Harvey Weinstein esteve no tribunal esta quinta-feira e viu uma das acusações por agressão sexual ser anulada. A advogada de Lucy Evans já se pronunciou.

11 Out 2018 | 22:40
-A +A

Uma das acusações contra Harvey Weinstein foi anulada esta quinta-feira, 11 de outubro, por um juiz de Nova Iorque. Segundo avança o Associated Press a acusação que caiu foi a de Lucia Evans que acusou o produtor de a ter coagido a praticar sexo oral, em 2004. Na altura, a jovem tinha apenas 21 anos e era estudante.

Benjamin Brafman, advogado de Weinstein, afirmou perante o juiz que Evans estaria a mentir, chegando mesmo a dizer que um dos detetives envolvidos no caso era corrupto e teria impedido uma testemunha de depôr.

«A integridade deste caso foi comprometida», afirmou.

Perante a decisão do juiz, a advogada de Lucia Evans não escondeu a desilusão. «Deixem-me ser clara: a decisão de anular a queixa da minha cliente não diz nada sobre a culpa ou inocência de Weinstein. Nem reflete a consistência da acusação de agressão sexual», garantiu.

Leia mais: Georgina Chapman fala pela primeira vez do escândalo sexual que envolveu Harvey Weinstein

O produtor norte-americano, que se declara inocente, entregou-se no passado dia 25 de maio às autoridades em Nova Iorque e saiu em liberdade com pulseira eletrónica, depois de pagar uma caução de 864 mil euros.

Neste momento o produtor de 66 anos, está a ser acusado de ter violado uma mulher em 2013 e de tentado forçar um ato sexual com outra mulher em 2006. Na totalidade, mais de 100 mulheres testemunharam contra o produtor, alegando que este teria abusado sexualmente delas, um escândalo que deu origem à campanha #Time’sUp.

Asia Argento foi a primeira mulher a acusar o produtor

 

A atriz e realizadora foi a primeira mulher a acusar Harvey Weinstein de abuso sexual e garante não se arrepender de o ter feito. «Quando falei sobre isso foi a minha consciência que me disse para o fazer. Não me arrependo, mas as consequências que estou a sofrer desde essa altura são inimagináveis», terminou.

Veja também: Asia Argento QUEBRA SILÊNCIO e esclarece POLÉMICA!

Asia é um das principais ativistas do movimento #METOO (movimento que surgiu em Hollywood depois de várias atrizes denunciarem vários casos de abusos e violência sexual) e foi uma das primeiras a acusar Harvey Weinstein de abuso sexual. Em maio, de 2018, a atriz fez um discurso durante o Festival de Cannes, onde acusou o produtor de Hollywood de a ter agredido sexualmente e poucos meses depois, também ela está a ser acusada do mesmo

Esta acusação fez com que a atriz se tornasse uma inspiração para muitas outras mulheres que sofreram o mesmo, que agora se sentem desiludidas.

Fotos: Arquivo Impala

 

 

PUB
Top