Acusado de FINGIR LESÃO, cantor da República Checa responde aos críticos

Mikolas Josef respondeu esta tarde aos rumores sobre a lesão que sofreu na coluna. Nas redes sociais, corria o rumor de que trauma sofrido nos ensaios foi encenado.

03 Mai 2018 | 17:53
-A +A

«Que se foda isso. Isso seria uma forma estúpida de chamar a atenção». De forma curta e direta, Mikolas Josef comentou os rumores que começaram a circular desde domingo, dia em que se lesionou durante os ensaios para a primeira semifinal da Eurovisão. Nas redes sociais, circulava o boato de que a lesão teria sido uma manobra mediática para promover a música «Lie to Me».

 

Em, entrevista ao site Wiwibloggs, o cantor de 22 anos explicou que a lesão que sofreu na coluna não só não o ajudou como prejudicou toda a estratégia criada pela delegação da República Checa. «Liguem para o hospital e peçam o relatório. Isto deu cabo da nossa estratégia de promoção da música. Detesto dramas e estou feliz por continuar a manter a normalidade», afirmou o cantor.

 

A odisseia de Mikolas nos hospitais portugueses

 

Logo após se ter lesionado, Mikolas Josef partilhou nas redes sociais uma imagem onde surge deitado numa maca, com um colar cervical, no corredor de um hospital lisboeta. O cantor checo relatou com humor a verdeira odisseia hospitalar que viveu nesse dia.

«Estive em três hospitais. No primeiro estivemos lá durante muitas horas. Puseram-me numa maca muito dura. Tudo demorou muito tempo. As pessoas aqui demoram o seu tempo a fazer coisas. mas, quando estás deitado durante 3 horas, não é muito divertido. Ao meu lado, estava uma mulher aos gritos como se estivesse a dar à luz», recordou.

Leia também: «Cantor da República Checa lesiona-se nos ensaios»

Na conferência de imprensa que se seguiu ao segundo ensaio, esta quinta-feira, 3 de maio, Mikolas explicou que não vai abdicar de atuar a 8 de maio e que está a ser seguido por um dos melhores neurocirurgiões da República Checa.

«É um choque enorme, não só para mim mas para a equipa toda. Estive a trabalhar nisto durante meses, todos os dias e, num segundo, tudo pode terminar. Só posso agradecer por as coisas estarem como estão agora. Vou ao médico hoje e estou a tomar analgésicos, o que também ajuda (risos). Atuaremos na semifinal com certeza.», assegurou.

 

 

 

Fotos: Eurovision

 

 

 

PUB
Top