Advogado de Carrilho: «Bárbara não é coerente»

Pedro Reis, advogado de Bárbara, referiu que o Carrilho deve ser sentenciado a pelo menos 3 anos de prisão efectiva.

27 Nov 2017 | 17:53
-A +A

Durante a manhã desta segunda-feira, dia 27 de novembro, deu-se mais uma sessão das alegações finais referentes ao caso de violência doméstica interposto pela apresentadora Bárbara Guimarães contra Manuel Maria Carrilho.

 

A sessão, que começou atrasada devido a uma falha no sistema informático do Tribunal da Comarca de Lisboa, focou-se nas declarações do advogado de Bárbara Guimarães, Pedro Reis, que pediu que o antigo ministro da Cultura fosse condenado a «a três anos e 10 meses de prisão efectiva», num quadro legal que prevê, para o caso em causa, uma sentença entre dois a cinco anos de prisão.

A decisão deverá ser apresentada no próximo mês de dezembro  (Ler mais…)

 

PUB
Top