Agricultor Filipe Camejo PERDEU TRÊS IRMÃOS: «é a cruz da minha família»

Por detrás do semblante sorridente e brincalhão, Filipe Camejo esconde um passado trágico. O concorrente de Quem Quer Namorar com o Agricultor? revela passado trágico.

18 Abr 2019 | 19:16
-A +A

Com um novo visual, de barba e óculos, Filipe Camejo conversou com Júlia Pinheiro. O agricultor do programa da SIC afiançou que não se inscreveu em Quem Quer Namorar com o Agricultor? por necessidade e explica o que procura numa companheira. «Tenho as ideias claras. Gostaria de uma mulher de caminho, de projeto de vida. Para uma noite só não me interessa».

Já tinha sido tornado público que Filipe Camejo tinha perdido vários familiares mas, no programa Júlia, o agricultor natural de Cascais revelou que perdeu os três irmãos.

«A minha irmã morreu com seis meses. Foi um drama para a minha mãe. Imagina o que é encontrar a filha morta e ter de levá-la para o hospital», relembra o agricultor da Aldeia da Ponte.

Filipe explica as razões de ser uma pessoa descontraída e de bem com a vida. «Tenho uma bagagem de coisas muito sérias e muito dolorosas, por isso é que sou brincalhão. É a minha cruz, é a cruz da minha família», lamenta.

Tal como a TV 7 Dias noticiou na edição 1670, os dois irmãos de Filipe Camejo também morreram em circunstâncias trágicas. Um deles em Inglaterra, num acidente de viação. «O outro fazia diálise. Estava em casa, saltou o catter e morreu a sangrar à porta de casa. São coisas de dimensão astronómica que não desejo a ninguém», afiança Filipe Camejo.

 

«Ser pai solteiro é o meu karma»

 

O agricultor da Aldeia da Ponte tem três filhos mas só a mais nova, Kika, de 13 anos, aparece no programa da SIC. Na edição 1670 da TV 7 Dias revelámos toda a história dos filhos mais velhos de Filipe Camejo, inclusive que o de 16 anos está numa casa para jovens retirados das famílias.

O agricultor explica a Júlia Pinheiro que o filho se encontra numa instituição por vontade própria e que só soube da situação «quando estava em Espanha». «Não fui informado. Nem o tribunal me informou.  Ele quer estar neste momento nessa situação», explica Camejo.

Quanto à filha mais nova, o agricultor conta que ainda viveu com a mãe de Kika durante dois anos mas que acabou por ficar com a menina à sua guarda. «Ser pai solteiro é o meu karma», desabafa, explicando: «nunca pensava ser pai solteiro. A Kika sempre viveu comigo. Eu sinto-me com capacidade igual a qualquer mulher. Fiz tudo. A coisa mais difícil foi quando ela foi internada mais do que uma vez», confessa.

 

Veja também:
Pretendentes de Filipe Camejo viram as costas a Soraia
Filho de Filipe Camejo não quer abandonar instituição

 

Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais | Fotos: SIC

 

PUB
Top