«Ah, boca linda!» Apanhámos Patrícia Tavares em espétaculo de Jota e Pedro Alves

Apanhámos Patrícia Tavares num espetáculo de João Paulo Rodrigues e Pedro Alves. A atriz chamou a atenção dos que com ela se divertiram com as piadas da dupla.

01 Jul 2019 | 22:50
-A +A

Ninguém ficou indiferente ao espetáculo que João Paulo Rodrigues e Pedro Alves, enquanto Quim Roscas e Zeca Estacionâncio, deram no Jardim Público de Moscavide, em Loures, no passado dia 15 de junho. Entre piadas e atuações musicais, cujo repertório varia entre Bryan Adams e AC/DC ou António Variações e Rui Veloso, a dupla prendeu a atenção da assistência durante mais de duas horas.

Entre as centenas de pessoas presentes no local estava Patrícia Tavares. A atriz, com quem Jota e Pedro contracenaram no filme 7 Pecados Rurais, em 2013, mostrou-se muito animada e passou a noite a cantar, a dançar e a soltar várias e sonoras gargalhadas. À sua volta, vários populares foram-se apercebendo da sua presença, sussurrando entre eles e olhando para a conhecida artista, mas em momento algum Patrícia se mostrou incomodada com os olhares indiscretos em seu redor.

 

Veja todas as imagens na galeria!

 

Prova disso foi quando a própria, enquanto João Paulo Rodrigues cantava um fado com uma letra alternativa, enviou uma mensagem especial ao amigo: «Ah, boca linda!», gritou. A plateia juntou-se à atriz e aclamou a estrela da SIC.

Mais tarde, foi a vez de Jota pedir um aplauso para a convidada especial. «Os nossos amigos já se foram todos embora com vergonha de nós [risos]. Só ficou a nossa Célia Careca. Uma salva de palmas para a Patrícia Tavares», desafiou o Tino da série Golpe de Sorte, da SIC, aludindo à personagem que a amiga interpretou na longa-metragem protagonizada por Quim Roscas e Zeca Estacionâncio.

Mais recentemente, Patrícia e Pedro voltaram a cruzar-se em trabalho, desta vez no pequeno ecrã, na série humorística Zapping. A estreia, na RTP1, está marcada para breve.

 

«Outra criança perdida?!»

 

O espetáculo ficou ainda marcado por dois momentos atípicos: filhos perdidos dos pais. A primeira ocorrência levou Jota a ler um bilhete em palco, e logo o desencontro se sanou. «Uma salva de palmas para o William, que veio ter connosco», relativizou o humorista.

Poucos minutos passaram e a situação repetiu-se com outro menor. «Outra criança perdida?!», atirou o humorista, em jeito de brincadeira. O reencontro com os pais não tardou a acontecer.

 

VEJA TAMBÉM:
Quim Roscas e Zeca Estacionâncio: A TV 7 Dias nos bastidores do «melhor Santo António»

 

Texto: Dúlio Silva | Fotografias: Paula Alveno

 

(artigo originalmente publicado na edição nº 1684 da TV 7 Dias)

PUB
Top