Alexandra Lencastre chora com afastamento de filha. «Não te vás embora», pede à outra

O programa 24 Horas de Vida terminou com Alexandra Lencastre. A atriz não conteve as lágrimas no momento em que falou de e com a filha mais nova. E suplicou à mais velha que não a abandone.

30 Mar 2020 | 0:46
-A +A

Alexandra Lencastre, de 54 anos, foi a última convidada de Bárbara Guimarães, de 46, no programa 24 Horas de Vida, que encerra emissões mais cedo do que o previsto devido à pandemia da Covid-19, devendo regressar mais tarde à grelha da SIC. A atriz, que está de regresso à esta estação depois de 17 anos na TVI, simulou como seria o seu último dia de vida num programa marcado por muita emoção.

«Vou tentar pedir-te coisas que não fiz, que tenho vontade de fazer e que me levem outra vez a acreditar que estou viva», começou por dizer a diva da ficção nacional à apresentadora. Quando o cronómetro arrancou, a primeira escolha de Alexandra Lencastre recaiu sobre a dança. A atriz fez, então, uma aula com Marc Hussner, professor de Tango Argentino. Experiência neste estilo? «Só de ver e de apreciar bastante. Seria um sonho saber dançar.» A entrega foi máxima e a aula terminou de forma original, com a intérprete a beijar o bailarino na boca.

Findo o momento de dança, a atriz lembrou-se de um amigo: o ator José Carlos Pereira. Ligou-lhe e combinou um encontro com ele. «O Zeca é uma das pessoas mais importantes da minha vida. Conheci-o através da profissão. Ele fez de meu filho e criei logo uma ligação muito especial com ele. A partir daí, sempre trabalhei com ele. Divertimo-nos imenso. Fiquei a conhecer a família dele, que adoro, e sinto um bocadinho que somos da mesma família. Era uma pessoa a quem tinha de dar um forte abraço e desejar-lhe muita sorte, porque ele, de facto, merece», justificou a escolha.

José Carlos Pereira chegou e ambos cumprimentaram-se com um beijo na boca. «Quero que saibas que fazes parte das pessoas que são muito importantes para mim e que sempre serão», disse-lhe Alexandra Lencastre. «Ela é uma das pessoas mais talentosas que conheço. Isso é inegável. Como ser humano, é talvez a pessoa do meio com quem mais ligação tenho», respondeu Zeca.

 

A declaração de amor para Rogério Samora

 

Já dentro do carro, a atriz enviou uma mensagem a uma pessoa de quem tinha «muitas saudades». Tratava-se de outro amigo e colega de profissão, Rogério Samora, com quem formou par romântico durante vários anos em televisão, teatro e cinema. E, agora que os dois estão no mesmo canal, a atriz assumiu a vontade de recuperar esta química.

Seguiu-se um passeio de mota. «O meu primeiro namorado a sério, com quem estive para me casar, tinha muitas motas», confidenciou. No final da volta, Alexandra Lencastre foi, então, surpreendida por Rogério Samora, que cumprimentou com um beijo na boca. «Eu quero dizer-te que se, de facto, hoje fossem as minhas últimas 24 horas de vida, tu serias uma das pessoas do meu coração que eu gostaria de ver e abraçar. És muito importante para mim e, às vezes, não te soube dizer ou não te soube dizer as vezes que eram precisas», reconheceu. «Mas eu soube sentir. És linda», disse, por sua vez, o ator.

Emocionada, a mais recente estrela da SIC prosseguiu o desafio proposto por Bárbara Guimarães e encontrou-se com um amigo médico, Eduardo Ávila, de quem esteve afastada vários anos: «Fiz uma seleção dentro do meu coração de pessoas muito importantes. Tive sorte em apanhar-te, porque és uma pessoa muito ocupada. Tens imensos defeitos mas tens qualidades. Foi tão bom este nosso reencontro. Talvez sejas uma das poucas pessoas que me fazem acreditar que vale a pena viver, porque tens essa alegria em ti.»

Com vontade de ver «rapazes» num «desporto com uma certa violência», Alexandra Lencastre mostrou-se entusiasmada por cumprir mais um sonho: ver um treino de uma equipa de râguebi. «Os rapazes são grandes e eu, como sou pequenina, aprecio assim… atletas», gracejou.

 

«Tenho força para continuar a viver por ti e pela tua irmã»

 

Passou depois pelo Teatro da Trindade, onde estava a ensaiar uma peça protagonizada pelo amigo Diogo Infante, Ricardo III, até a pandemia da Covid-19 obrigar à paragem dos trabalhos. Ao chegar à conhecida sala de espetáculos de Lisboa, com o intuito de avisar os colegas de que não poderia estar no ensaio, Alexandra Lencastre foi surpreendida com a filha Margarida Bakker no palco. «Sabes que é por causa de ti e da tua irmã que eu vivo, não sabes?», disse a atriz à filha mais velha, de 23 anos.

A mais nova, Catarina Bakker, de 22, está em Londres, Inglaterra, para onde foi estudar e onde está agora a trabalhar. «Tenho muitas saudades dela», lamentou. Margarida pegou num tablet e fez reproduzir um vídeo com uma mensagem da irmã para a mãe. «Mesmo que estejamos afastadas demograficamente, estamos sempre juntas emocionalmente. Sei que sabes disso, apesar de teres as tuas dúvidas», disse a jovem. Alexandra Lencastre foi às lágrimas e só o abraço da primogénita a confortou. «Não te vás embora também. Promete-me!», suplicou Alexandra a Margarida.

Mãe e filha fizeram, depois, uma videochamada com Catarina. E as lágrimas continuaram a escorrer pela cara da atriz. «Tenho força para continuar a viver por ti e pela tua irmã», disse a atriz à filha mais nova. Para a mais velha, deixou um conselho: «Não cometas os mesmos erros do que eu, principalmente nesta profissão. Usa mais a cabeça e menos o coração, mas nunca deixes de entregar o teu coração, a tua alma e todo o teu ser a cada papel que vais interpretar. E lembra-te de que ninguém nasce ensinado, nem a ser filha, nem a ser mãe. Por muitos erros que tenha cometido, foi sempre a pensar que estava a fazer o melhor, a defender-vos, e que seria capaz de me sacrificar completamente por vocês. Vou ser uma estrelinha que te vou proteger sempre.»

Já em conversa com Bárbara Guimarães, Alexandra Lencastre falou do seu papel enquanto mãe. «Não fiz imensas coisas que gostaria de ter feito com elas, mas só tinha uma escolha. Ou trabalhava e lhes garantia bons colégios, aulas de música e desportos, um tipo de vida que gostaria muito de lhes dar, ou então elas não teriam nada disso e íamos viajar e conhecer o mundo inteiro. Não viajámos, não fomos de férias as vezes que elas quiseram, mas acho que fiz tudo para lhes dar uma boa formação e bons alicerces, não só em casa como também fora de casa», acreditou.

 

«Não tenho medo de morrer. Até tenho curiosidade»

 

Depois de uma noite dormida em pleno palco do Teatro da Trindade, o dia amanheceu com o desafio prestes a terminar. Alexandra Lencastre e a apresentadora de 24 Horas de Vida seguiram, então, para um lugar de difícil acesso onde se esconde uma capela. «Já tinha ouvido falar que havia aqui uma capela, mas que tinha sido destruída pelo mar. […] Gostaria de me casar outra vez, como já disse muitas vezes. Se me casasse, seria aqui», revelou a diva da ficção nacional, que pediu tempo a Bárbara Guimarães para rezar, ajoelhada, diante do altar.

Seguiu-se um momento de reflexão. Questionada pela apresentadora sobre se tem medo de alguma coisa, Alexandra Lencastre foi perentória: «Não, nem de morrer. Até tenho curiosidade. Acho que é passar a um outro estado que, de certa forma, tenho curiosidade em perceber o que é, o que vem aí e o que nos espera, porque a vida é demasiado grandiosa e aquilo que nos é oferecido é demasiado poderoso.» E será que fez e disse tudo o que queria fazer e dizer? «Não, acho que deixei muita coisa por fazer», respondeu.

À saída do esconderijo, tinha a também atriz Marina Albuquerque com um ramo de flores para lhe oferecer. «És uma das minhas amigas mais loucas. Mas uma louca sensata, que tem uma filha maravilhosa, que já fez 18 anos. Conheci-te ainda miúda. Gosto tanto, tanto que continues a fazer parte das pessoas muito especiais para mim. Nunca duvides disso. Vou ser sempre uma estrelinha que te protege», afiançou à amiga.

 

«Amem-se uns aos outros, é o único caminho»

 

E, tal como deixou escapar no início da aventura, foi a mergulhar que Alexandra Lencastre terminou o desafio. «Sinto-me muito bem dentro de água. Devo ter adorado estar na barriga da minha mãe. Agora o que tenho desejo é de fazer um mergulho», disse.

Na proa de um barco, Alexandra Lencastre evocou as suas palavras finais: «Não perca tempo. Não deixe de fazer o que gostam. Não deixe de dar carinho. Se não pode dar ao mundo inteiro ou além-fronteiras, dê a quem está ao seu lado. Ame. Divirta-se. Leia. Veja cinema, veja teatro, oiça música, todas as artes. Aproveite a natureza. Integre-se. Amem-se uns aos outros, é o único caminho.»

Mas a atriz não se ficou por aqui: «Agora aproveitava para vos ler uma frase de uma filósofa brasileira [Clarice Lispector], que infelizmente já não está entre nós, que é muito citada ultimamente e que resume tudo aquilo o que vos quero dizer: ‘Repito por pura alegria de viver: a salvação é pelo risco, sem o qual a vida não vale a pena’. I love you [‘Amo-vos’]

 

VEJA TAMBÉM:
Alexandra Lencastre na SIC: «Quando trabalho sou um bom soldado»
TVI despede-se finalmente de Alexandra Lencastre: «Devemos bastante ao seu talento»
Andreia Rodrigues reage à mudança de Alexandra Lencastre para a SIC!

 

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: Divulgação e reprodução SIC

 

ATENÇÃO!

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

Eis os passos a seguir:
  1. aceda a www.lojadasrevistas.pt
  2. escolha a sua revista
  3. clique em COMPRAR
  4. clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA
  5. introduza os seus dados e escolha o método de pagamento
  6. Não tem conta PayPal? Não há problema! Pode pagar através de transferência bancária!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

PUB
Top