Alexandra Rocha revela ter sido VÍTIMA de VIOLÊNCIA DOMÉSTICA. Veja o relato ARREPIANTE!

A ex-Love On Top esteve na crónica social Gossip Land, lançada no Youtube por Joana Longória, e fez revelações sobre o passado marcado por violência. Saiba tudo aqui!

07 Mai 2019 | 14:50
-A +A

Alexandra Rocha, ex-concorrente do Love On Top 1, afirma ter sido vítima de violência doméstica por parte de um ex-namorado. A confissão foi feita quando comentavam assuntos do momento, durante o último vídeo lançado pelo canal Gossip Land.

Enquanto se comentava o caso de violência doméstica de Daniela Duarte, ex-concorrente da Casa dos Segredos, Alexandra não escondeu que este tema lhe era bastante familiar e resolveu partilhar a sua própria experiência.

«As pessoas começam a denunciar mais tarde, não conseguem denunciar logo na hora porque estão a viver um drama. Infelizmente já me aconteceu isso com um ex-namorado, há muito tempo», começa por dizer.

A jovem da Trofa revela que sofreu tanto violência «física» como «psicológica» e recorda esses tempos difíceis. «Nós, mulheres,não conseguimos nunca, ou quase nunca, dizer na hora o que se está a passar, quando a pessoa leva a primeira chapada, o pontapé…Pensamos sempre que vai passar, que foi uma vez. Depois sentimos muita vergonha de dizer ao próximo: ‘o meu namorado, ou o meu marido, está-me a agredir’». 

A ex-namorada de Diogo Luís confessa ter sentido «muita vergonha» e, na altura, tentou manter tudo isto em segredo. «Foi-se descobrindo porque as minhas amigas foram descobrindo as marcas que eu tinha e porque ele começou a fazer quando estavam mais pessoas, em público».

«Começaram a confrontar-me e eu aí tive de dizer o que se passava, mas é muito complicado estar no papel da mulher que sofre de violência doméstica», relata.

«Apertava-me até me faltar o ar»

 

Em declarações exclusivas à TV 7 Dias, Alexandra Rocha esclarece que as agressões ocorreram quando ela tinha apenas 18 anos. A ex-reality show sofreu nas mãos do ex-companheiro e recorda esses momentos:

«Agarrava-me na garganta e apertava-me até me faltar o ar, e por vezes, pontapés. Empurrava-me contra coisas. Nunca me tocou na cara, normalmente era mais agarrar-me no pescoço», refere.

Alexandra viveu esta relação «tóxica» durante seis meses e explica que não colocou um ponto final mais cedo porque «estava sem auto-estima».

«Ele era obcecado por mim e andou um tempo a perseguir-me»

 

«Já não sabia quem era eu, não gostava de mim, e, como mulher sensível que sou, pensava que não arranjava melhor. Ficava acomodada com o que tinha. Até que houve uma amiga minha que me confrontou, porque começou a perceber que algo estava mal. Foi ela que me deu força para sair daquela escuridão». Xaninha afirma que, por vezes, falta às mulheres «um ombro amigo». «Preferimos sempre não contar nada e vivermos isto sozinhos, por vergonha». 

A ex-Top Girl conta que, naquela época, só tinha vontade de se «esconder». «Ele era obcecado por mim e andou um tempo a perseguir-me. Desde aí, nunca mais andei sozinha, até que as coisas acalmaram e foram passando», revela à TV 7 Dias.

Veja também:
Alexandra Rocha ARRASA namoro de Margarida Aranha: «Saiu-lhe a SORTE GRANDE!»
Alexandra Lencastre: «SOFRI DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA»!
Texto: Inês Borges/ Fotos: DR e Arquivo Impala

PUB
Top