Mortes e dramas nos bastidores! Amar Demais chega à TVI em setembro

Pedro Lima e Fernanda Lapa morreram a meio das gravações e Madalena Brandão testou positivo para a Covid-19. Mas houve mais problemas ao longo dos últimos meses de filmagens. Saiba quais!

23 Ago 2020 | 21:30
ana varela amar demais
-A +A

A estreia estava marcada para Maio, mas a pandemia veio alterar os planos e Amar Demais deverá chegar ao ecrã da TVI em setembro para substituir Quer o Destino. Da história ainda não adiantamos detalhes, mas damos-lhe a conhecer todos os dramas que se têm vivido nos bastidores.

Um dos mais mediáticos foi, sem dúvida, a morte inesperada de Pedro Lima, a 20 de junho. O ator era um dos protagonistas da história e perdeu a vida no mar, deixando todo o país em choque. Algumas notícias deram conta, na altura, de que Pedro sofria de uma depressão profunda, mas a verdade é que tinha estado a gravar na véspera.

O desaparecimento do ator deixou em aberto um lugar na história e a TVI teve de encontrar uma solução. Dias depois, apresentou Ricardo Carriço para o substituir e o ator teve de gravar todas as cenas que já tinham sido gravadas anteriormente por Pedro Lima.

A meio de julho, foi tornado público que dois profissionais da equipa estavam com Covid-19. Madalena Brandão era uma delas e teve de abandonar o trabalho e ficar em casa a recuperar. «Ela está melhor, mas ainda não voltou às gravações», contou à TV 7 Dias fonte da produção.

«Além da Madalena, uma das maquilhadoras também testou positivo», contou a mesma fonte, revelando que todos os atores que estiveram em contacto com as duas tiveram de fazer o teste: «Não houve mais casos positivos, mas alguns tiveram de ficar em casa, em quarentena durante duas semanas, e claro que isso atrasou o trabalho».

Segundo a TV 7 Dias sabe, Fernanda Lapa, que morreu a 6 de agosto, também fazia parte do elenco de Amar Demais. «Ela ainda gravou durante um mês e tal, mas entretanto descobriu que estava doente e teve de sair», contou a mesma fonte. Os atores ficaram em choque com a notícia e a atriz foi, entretanto, substituída por Maria Emília Correia.

Mas houve mais substituições no elenco. Lurdes Norberto foi uma das atrizes escaladas no início do projeto, mas, quando começou a gravar, revelou não estar em condições. «Ela chegava ao estúdio e sabia as falas todas, mas depois tinha ataques de ansiedade e não conseguia gravar», contou um dos atores do elenco, revelando até que a atriz, de 85 anos, «chegou até a ir ao hospital no final de um dia de trabalho». A produção acabou por substituir Lurdes Norberto por Lia Gama.

A produção teve também de lidar com o afastamento de José Wallenstein. O ator começou a gravar, mas acabou por sair por sua vontade devido à pandemia do novo coronavírus. «Ele pediu para sair, porque não se sentia confortável para trabalhar com estes perigos todos relacionados com a Covid-19. Como tem crianças em casa, optou por se proteger e à família», disse a mesma fonte, revelando ainda que o ator que ocupou o ‘lugar vago’ foi Nuno Homem de Sá.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: DR

 

(Artigo originalmente publicado na edição 1744 da sua revista TV7 Dias)

PUB
Top