Amigo de Pedro Lima mostra-se revoltado e desmente TVI: «Mostrem o contrato»

Paulo Santos, mestre de kickboxing, revela conversa que teve com o ator: «Disse-me que só tinha trabalho até ao final do ano. Mas o mau sou eu, porque digo a verdade das coisas».

04 Jul 2020 | 21:40
-A +A

Pedro Lima morreu a 20 de junho e várias foram as notícias que garantiam que o ator estaria a atravessar problemas financeiros. A mulher, Anna Westerlund, veio a público assegurar que a família «não atravessava nenhuma dificuldade financeira nem vivia nenhuma crise familiar». No entanto, alguns amigos e familiares de Pedro Lima garantem que o ator receava ficar sem trabalho em breve.

«Se senti que o Pedro não estava bem? Senti! Ele falava comigo. Se senti que ele não estava nas melhores condições financeiras no momento? Foi o que ele partilhou comigo! O Pedro estava a prever que iria ter dificuldades financeiras e eu percebi que ele já estava a passar por essas dificuldades. Como é que eu, em poucos dias, percebi que ele estava assim, e os amigos não? Se eu tivesse conhecido o Pedro um mês antes, o Pedro nunca
tinha feito o que fez. Quem passa por elas é que consegue perceber mais facilmente quando alguém está com
dificuldades. Ele conviveu mais nestes últimos dias comigo do que se calhar com a própria família e os supostos amigos”, afiançou Paulo Santos, mestre de kickboxing, à TV 7 Dias.

Num longo texto partilhado nas redes sociais, Paulo Dentinho, primo de Pedro Lima, fala também da vulnerabilidade emocional que este estava a enfrentar, atribuindo culpas à TVI, canal onde o ator trabalhava há mais de duas décadas. «A tua força era também a tua fragilidade. E estavas frágil e muitos de nós não vimos. O Lourenço Lucena, que é um desses tantos teus amigos que ficaram destroçados, diz aquilo que muitos sabemos, que a tua empresa estava desejosa de te descartar. Devias tê-los mandado a todos para o sítio mais ordinário que existe no planeta», disse o ex-diretor de programas da RTP.

O jornalista continuou, referindo alegadas chamadas sem retorno, falando ainda da reação do canal na sequência da morte de Pedro Lima. «Mas não, hoje não é sobre mim, é sobre ti, Pedro! E pergunto-te então quantas vezes lhes telefonaste nestes últimos dias sem que ninguém atendesse? Sabes, depois escrevem coisas maravilhosas sobre seres um dos atores mais versáteis da tua geração. E falam em pesar e mais uma série de palavras de plástico», escreve ainda.

Amigo de Pedro Lima revela conversa com ator

O treinador de desportos de combate Paulo Santos reforça a mesma ideia. «O facto de a TVI lhe ter baixado o salário durante esta situação da COVID-19, de o ter despedido, ao contrário do que a TVI diz! Dizem que ele tinha até junho de 2021, então que mostrem o contrato! Eles que mostrem! O Pedro disse-me que a maior dificuldade que estava a prever era porque só tinha trabalho até ao final do ano. Mas o mau sou eu, porque digo a verdade das coisas. Eu falei com o Pedro sobre isso, cheguei mesmo a dizer-lhe: ‘Ai, eles vão despedir-te? Sai por cima, despede-te tu!’ A mim é certo que ele me disse que só tinha trabalho até ao final do ano», reitera.

Contactada pela TV 7 Dias, Helena Forjaz, diretora de Marketing e Comunicação da TVI, desmentiu a ideia de que pretendia «descartar o ator». «O Pedro acabou de renovar em junho, tendo contrato até junho do próximo ano. Renovou automaticamente pelo período de um ano, por isso esse assunto só voltaria a ser falado daqui a um ano». No entanto, é verdade que Pedro Lima sofreu um corte no ordenado, como «todos os atores exclusivos, sem exceção», admite, sem esquecer que Pedro Lima seria jurado nos Emmys e estava cheio de projetos: «Tinha uma peça de teatro, em breve, com a Fernanda Serrano. Tinha montes de projetos. Estava no ar com uma novela!», remata Helena Forjaz.

Futuro assegurado pelos amigos

«Devo dirigir as minhas energias para recuperar a família e proporcionar- lhe o futuro que merece» – Foi com estas palavras, em exclusivo para a nossa revista, que António Parente reagiu à morte do seu grande amigo.

Desta forma, o dono da SP Televisão, a produtora responsável por grandes produções da SIC, garante que nada faltará à família de Pedro Lima. Liliana Campos reforçou esta mesma ideia. «O Pedro tem muitos amigos ricos, pobres, que estavam dispostos a dar a vida por ele. E que emprestariam o dinheiro que ele precisasse, portanto, isto não foi uma questão de falta de amigos, foi uma questão do Pedro, da cabeça dele, da doença dele», explicou.

Casa continua a ser construída… mas com cortes

Um dos grandes sonhos de vida de Pedro Lima, que não viu cumprido, foi a casa de luxo que estava a construir numa zona nobre de Cascais. A verdade é que a obra continua a todo o gás.

Segundo a TV 7 Dias apurou, Pedro Lima teria estado na obra a cortar alguns dos pormenores do projeto. «Na segunda-feira antes do sucedido, ele esteve na obra e optou por fazer alguns cortes na casa. Ou seja, retirou algumas coisas para que ficasse mais barato. Como, por exemplo, a piscina, que poderia mais tarde construir quando quisesse», revelou uma fonte.

A moradia foi pensada ao pormenor por Pedro Lima e pela mulher. A casa terá três pisos e uma área de 507 metros quadrados. A obra está prevista terminar em outubro deste ano.

 

Leia mais:
Família de Pedro Lima lança cinzas do ator ao mar «no sítio onde era feliz»
Plural cria gabinete de apoio psicológico! Saiba tudo sobre a última cena de Pedro Lima
Já se sabe quem vai substituir Pedro Lima na nova novela da TVI

 

Texto: Maria Inês Gomes, Tânia Pereira Dias e Telma Santos, com Marisa Simões; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top