“Amor eterno”: Tony Carreira quebra o silêncio ao fim de um mês e recebe onda de apoio

Tony Carreira veio a público falar do “amor eterno” pelo três filhos, David, Sara e Mickael. A mensagem espoletou uma onda de apoio para o cantor, com reações de famosos e anónimos.

08 Fev 2021 | 21:32
-A +A

Parco em palavras desde o acidente que vitimou a filha mais nova, Tony Carreira voltou ao ativo nas redes sociais, esta segunda-feira, 8 de fevereiro, para se declarar aos filhos, Mickael, David e Sara Carreira, os três fruto do casamento terminado com Fernandes Antunes.

“Amor eterno”, escreveu o cantor, de 57 anos, como legenda de uma fotografia na qual é possível ver Tony Carreira em cima de um palco a abraçar os três filhos. 

Escassos minutos após a publicação, a caixa de comentários foi inundada de mensagens de apoio que se dividem entre famosos e anónimos. Katia Aveiro foi uma das primeiras. “Sem dúvida”, comentou a irmã de Cristiano Ronaldo, acrescentando de um emoji em forma de coração.

As noras Carolina Carvalho e Laura Figueiredo, respetivamente namoradas de David e Mickael Carreira, também partilharam o seu apoio em forma de coração, à semelhança de outras figuras públicas como Tânia Ribas de Oliveira, Lúcia Garcia, Francisca Pereira ou Hugo Andrade.

 

Tony Carreira de “coração partido” com morte de “menina-mulher”

 

Há mais de um mês, Tony Carreira falava pela primeira vez sobre a tragédia que abalou a sua família. Na altura, disse-se de “coração partido” pela perda de “uma menina-mulher com um coração gigante, de uma bondade inexplicável e sempre pronta a ajudar quem cruzasse o seu caminho”.

“Não há palavras que possam expressar a saudade e a dor que sinto… Saudade e dor que viverão comigo até ao meu último suspiro! Foram tantas vezes que eu disse à Sara: ‘Se um dia te acontecer alguma coisa eu morro!’. E morri…”, escreveu Tony Carreira.

 

Recorde a mensagem de Tony Carreira na integra:

 

“É com o coração partido que venho desta forma agradecer a todas as pessoas que amaram a minha filha durante o pouco tempo que viveu entre nós. Quem teve o privilégio de a conhecer e privar com ela sabe o quanto era fácil amá-la. Era uma menina-mulher com um coração gigante, de uma bondade inexplicável e sempre pronta a ajudar quem cruzasse o seu caminho.

Agradeço cada mensagem de apoio e carinho que recebi e todas as homenagens prestadas à minha princesa.

Não há palavras que possam expressar a saudade e a dor que sinto… Saudade e dor que viverão comigo até ao meu último suspiro!

Foram tantas vezes que eu disse à Sara: ‘Se um dia te acontecer alguma coisa eu morro!’.

E morri…

Agradeço, peço, imploro à comunicação social que respeite o luto da minha família.

Aproveito para desejar a todos um Santo e Feliz Natal.”

 

Texto: Alexandre Oliveira Vaz e Dúlio Silva; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top