Ana Catharina vive primeiro Natal sem o pai: “O telefone irá tocar mas ninguém atenderá”

Ana Catharina irá passar seu primeiro Natal sem a presença do pai que morreu vítima de um acidente.

22 Dez 2020 | 21:00
-A +A

Ana Catharina irá passar seu primeiro Natal sem a presença do pai. Nas redes sociais, a ex-concorrente do Big Brother 2020, recordou o progenitor num texto emotivo e assumiu a tristeza que sente por saber que, desta vez, não irá ouvir a sua voz por chamada telefónica, tal como era hábito.

“Sempre achei que as festas de fim de ano eram momentos de reflexão e passei muitos natais sozinha no mato. Hoje continuo a achar que é um momento de reflexão. Mas e quando a solidão deixa de ser uma escolha? Quando quem amamos morre?”, começou por questionar a brasileira na legenda da publicação partilhada esta terça-feira, dia 22.

“Este é o primeiro Natal que vou passar sem meu pai. Mesmo não estando juntos, falávamos ao telefone e ficávamos horas a falar (…). Hoje, escrevo com lágrimas nos olhos porque o seu telefone irá tocar, mas ninguém atenderá (…). É velho lobo do mar, não está fácil valsar esta dança”, concluiu Ana Catharina.

Recorde-se que o pai de Ana Catharina, do Big Brother, morreu no Brasil, vítima de um acidente, quando a jovem ainda se encontrava dentro da casa mais vigiada do país.

Na altura, a mãe de Ana Catharina, Ana Cristina, revelou alguns pormenores sobre este acidente e explicou que a morte do pai da concorrente aconteceu na sequência de uma queda que o levou a fracturar o fémur. O pai de Ana Catharina foi submetido a uma intervenção cirúrgica para solucionar o problema, mas não foi suficiente.

«Durante a operação para tratar desse problema, os pulmões dele colapsaram. Houve várias complicações. Ele ficou, mais ou menos, 15 dias em coma e veio então a falecer», explicou.

A mãe da ex-concorrente revelou ainda que Sérgio «tinha problemas de saúde, mas não foi por isso que morreu».

Texto: Márcia Alves; Fotos: Reprodução Instagram
Veja também:
Ana Catharina quebra tabus sobre masturbação feminina: “É muito terapêutico”
Ana Catharina refugia-se na montanha após alegada separação de Diogo Cunha

PUB
Top