Ana Guiomar RESPONDE A CRÍTICAS sobre visual: «VENENO INEXPLICÁVEL»

Ana Guiomar recebeu imensas críticas depois da escolha do look para o Programa da Cristina. Atriz utilizou as redes sociais para reagir.

01 Fev 2019 | 14:20
-A +A

Ana Guiomar, Inês Castel-Branco e Débora Monteiro acordaram no estúdio do programa de Cristina Ferreira esta quinta-feira, dia 31 de janeiro.

A escolha do outfit e do cabelo de Ana Guiomar deu que falar nas redes sociais. Depois de se sentir atacada, a namorada de Diogo Valsassina resolveu reagir e escreveu um longo texto.

«Aceito a opinião de toda a gente, eu própria adoro opinar. E que bom é receber a vossa opinião para reflectir e fazer balanços. O que eu não aceito é a raiva, a maldade e a necessidade de ferir o outro de forma completamente gratuita», começa por dizer.

A atriz foi convidada a fazer uma espécie de Sexo e a Cidade, conhecida série norte-americana, entre amigas, ao estilo de festa do pijama, em que não existia guião e nada tinha sido ensaiado.

«Se o vestido era grande, era»

«Se o vestido era grande, era, se me fazia maior, talvez, se o cabelo não estava como eu costumo usar, provavelmente, se os brincos brilhavam demais, sim e ainda bem porque senão ninguém tinha reparado neles. Recebi muitas mensagens enfurecidas com o look, a destilar um ódio e um veneno inexplicável. Insultos completamente gratuitos e ofensivos que não são de todo construtivos, são só desnecessários e muito perigosos», afirma.

Veja também: DE DECOTE, Ana Guiomar mostra-se ATREVIDA: «MAMAS POR TODO O LADO»

Ana refere que a maioria das mensagens recebidas foram por parte das mulheres, algo que ainda a deixou mais magoada. «Isto deixa-me a pensar que de facto não estamos a cuidar nada umas das outras». 

«Já há algum tempo que estou habituada a críticas»

No entanto, a artista confessa ter uma «auto estima grande».

«Já há algum tempo que estou habituada a críticas, tenho lidado bem com elas, talvez seja a vantagem de ter começado a trabalhar muito nova. O que as move é a crítica destrutiva e a maldade. Estamos em 2019 e nunca se falou tanto destas coisas como agora, onde é que estamos a falhar sempre que tentamos passar esta mensagem?!», pergunta Ana.

Texto: Redação WIN Conteúdos Digitais/ Fotos: Arquivo Impala e DR

PUB
Top