Andreia fala dos ciúmes de Jéssica e Renato: “Acho rídiculo (…) não há paciência”

A ex-concorrente do “Big Brother – A Revolução”, da TVI, era uma ferverosa defensora da relação do casalinho do BB, mas no que diz respeito aos ciúmes, Andreia não perdoa.

29 Nov 2020 | 21:40
-A +A

Andreia foi uma das convidadas do “Extra” do “Big Brother – A Revolução”, da TVI, e surpreendeu quando falou da relação de Jéssica e Renato.

A concorrente da margem sul referiu que acha “ridículo” o que se passa entre eles, no que às “cenas de ciúmes” diz respeito. “Acho rídiculo. Peço imensa desculpa, mas não há paciência. São os 21 anos inflamados dentro de uma casa sem mais nada para fazer e toldados de raciocínio. É só isso”, dispara.

Fanny insurgiu-se com as declarações de Andreia e disse: “Eu se calhar e entrasse lá agora com o meu João era igual ou pior, por isso uma pessoa não pode criticar. Acho que aqui a idade não é um posto. Eles são chatos, sim, mas se não fosse isto o que é que estávamos aqui a fazer? Não estávamos aqui a fazer nada”, sendo apoiada por Pedro Crispim.

Não têm um jogo isolado“, diz Andreia

A ex-concorrente do “Big Brother – A Revolução” disse também que estar numa casa rodeada de casais “é boring às tantas”, ou seja, é aborrecido.

“A dinâmica é sempre a mesma. Eles vivem um para o outro, não têm um jogo isolado, o jogo é fácil de ler porque é um jogo em casal…” “É frustrante enquanto jogadora?”, questiona Maria Botelho Moniz.

“É um bocadinho porque eles estão sempre juntos, vivem o momento. O que se dão aos colegas é pouco e é demasiado óbvio e muito boring”, continua.

Agora compreendo por que é que o Pedro está onde está

Andreia referiu também que o jogo dos casais acaba por sair prejudicado. “Podem tentar fazer uma dupla entre si, mas é muito óbvia, não tem muita estratégia Eles acabam por viver mais a relação e os ciúmes do que a própria estratégia a dois. Isso às tantas perde a piada. Eles vivem muito para o romance, para o ciúme, a picardia… Visto de fora, se não houver um Pedro ali para dar uma lufada de ar fresco… Agora compreendo por que é que ele está onde está”, surpreende.

E qual o registo que a ex-concorrente acha que cada casal tem? “O registo da Jéssica e do Renato é a paixão, os ciúmes e as picardias. A do André e da Zena são as discussões sem nexo ou o amor que juram eternamente quando se conhecem há um mês e dizerem que se amam no dia de uma nomeação ou algo do género”, dispara, terminando o assunto.

Texto: Andreia Costinha de Miranda; Fotos: Reprodução Redes Sociais
Leia também:
Andreia revela a José Castelo Branco pormenores sobre sexo no “Big Brother”

PUB
Top