Andreia Rodrigues desabafa sobre experiência da maternidade: “Às vezes gritamos”

Andreia Rodrigues decidiu fazer um grande desabafo sobre a maternidade, e foram vários os fãs que apoiaram a apresentadora.

03 Jul 2023 | 23:02
-A +A

Andreia Rodrigues recorreu à sua conta oficial do Instagram neste domingo, dia 2 de julho, para fazer um desabafo sobre a maternidade. A apresentadora da SIC é mãe de duas meninas, Alice e Inês, ambas fruto do relacionamento com o Diretor-Geral de Entretenimento da Impresa, Daniel Oliveira.

Às vezes a paciência tem menos paciência, mães e pais perceberão! Não gosto de perder a paciência, mas às vezes perco. Às vezes gritamos, não gosto nada. Às vezes choramos. Depois passa. Somos humanas. E importante aceitarmos que não somos perfeitas”, começou por escrever a apresentadora.

Leia também: “Um bom cabide”: Andreia Rodrigues garante que há mais bullying a pessoas magras

Andreia Rodrigues continuou: “A maternidade é um desafio diário, onde vivemos tantas sentimentos e emoções. Perdoar as imperfeições, as nossas também é importante. Pedir desculpa, se for caso disso, quando sentimos que o devemos fazer… dando exemplo… começar de novo!”.

Andreia Rodrigues garante: “A maternidade não é cor de rosa”

Já nesta segunda-feira, dia 3 a comunicadora falou sobre o as reações ao desabafo. “Têm sido centenas as mensagens à story anterior! Não consigo responder a todas mas quero dizer que estamos juntas! A maternidade não é cor de rosa, tem todas as cores! É uma descoberta e uma aprendizagem a vida inteira. Longe da perfeição que tantas vezes nos fazem crer….sim, é o melhor do mundo, mas muitas vezes (tantas) o mais difícil também. Não seremos as primeiras, nem as últimas, não comparamos épocas, vidas ou idades, todos (mulheres e homens) terão os seus desafios, até porque todos somos diferentes e não nascemos ensinados”.

O nascimento de um filho e o seu crescimento é avassalador, somos invadidos por novos sentimentos, medo, culpa, um amor que não cabe no peito e, por isso, a maternidade deve ser vivida com empatia e compaixão, por nós e pelos nossos bebés (serão sempre bebés) aceitando que a maternidade é perfeita na sua imperfeição e os dias maus fazem parte e são eles que nos ajudam e ensinam a sermos melhores, connosco e com os nossos filhos… E podíamos continuar porque há muito a dizer! Um dia feliz (com aceitação)”, finalizou a apresentadora.

Leia ainda: Andreia Rodrigues quer voltar ainda este ano: “Pronta seja para o que for”

Texto: Luís Duarte Sousa; Fotos: Redes Sociais
PUB