Ano de 2020 marcado por muitas mortes de famosos. Recorde aqui!

Nos últimos 12 meses, Portugal e o mundo despediram-se de nomes sonantes nas áreas artística, política e desportiva. Recorde quem, em 2020, nos deixou, mas que nunca será esquecido.

29 Dez 2020 | 9:42
-A +A

A morte de Sara Carreira num acidente de viação na A1, na zona de Santarém, deixou o país em choque. A cantora e filha de Tony Carreira, de apenas 21 anos, perdeu a vida ao final da tarde de 5 de dezembro. Foi uma das figuras de quem Portugal e o mundo se despediram ao longo de um ano marcado pela pandemia de covid-19.

NACIONAIS

Pedro Lima

O ator perdeu a vida a 20 de junho na Praia do Abano, em Cascais. Tinha 49 anos e a causa de morte foi afogamento. Pedro Lima, que estava nessa altura a gravar a novela “Amar Demais”, da TVI, sofria de depressão há vários anos.

Filipe Duarte

Um enfarte do miocárdio levou Filipe Duarte, aos 46 anos, a 17 de abril. O ator namorava com a atriz Nuria Mencía, com quem teve uma filha de 9 anos. Fazia parte do elenco da novela brasileira “Amor de mãe”, da Globo, exibida pela SIC.

Eduardo Lourenço

O ensaísta Eduardo Lourenço morreu a 1 de dezembro, em Lisboa. Professor, filósofo, escritor, crítico literário, ensaísta, interventor cívico, foi um dos pensadores mais proeminentes da cultura portuguesa. Tinha 97 anos.

Nuno Moreira

Morreu a 16 de dezembro. Nuno Lima Mayer Moreira, filho de Adriano Moreira, professor e ex-líder histórico do CDS-PP, e irmão de Isabel Moreira, deputada da Assembleia da República pelo Partido Socialista, sucumbiu, aos 47 anos, a um enfarte.

Fernanda Lapa

A atriz e encenadora morreu a 6 de agosto, aos 77 anos, em Cascais, onde estava hospitalizada. Era diretora artística da companhia de teatro Escola de Mulheres desde a sua fundação, em 1995, e conhecida tanto pela sua carreira como pela sua determinação.

Maria José

Tinha 92 anos, mais de 80 dos quais dedicados aos palcos de revista, na infância, e à televisão. Maria José de Basto, mãe da também atriz Rita Ribeiro, era um rosto conhecido pela participação em novelas como “Roseira Brava”, da RTP, “Chiquititas”, da SIC, ou ainda “Doida por Ti”, da TVI.

Tony Lemos

António Fernando de Sousa Lemos, conhecido no meio musical como Tony Lemos, foi encontrado sem vida, em casa, a 13 de outubro. Estaria a lutar contra uma depressão. O músico dos Santamaria tinha 48 anos e era irmão da vocalista da banda, Marlene Lemos.

Reinaldo Teles

O administrador não-executivo da SAD do FC Porto não resistiu à covid-19. Estava internado no Hospital de São João desde o final do mês de outubro e morreu a 25 de novembro, aos 70 anos. Era doente de risco e tinha problemas cardíacos.

Vitor Oliveira

Treinador português e antigo técnico do Gil Vicente, morreu a 28 de novembro, com 67 anos, após se ter sentido mal durante uma caminhada. Conhecido como o “Rei das Subidas” por ter garantido 11 promoções ao segundo escalão, Vítor Oliveira terá sido vítima de ataque cardíaco.

INTERNACIONAIS

 

Diego Maradona

O antigo futebolista argentino morreu vítima de “um edema agudo do pulmão que se seguiu a uma insuficiência cardíaca crónica agudizada”. Foi ainda detetada uma “miocardiopatia dilatada” no coração de El Pibe. Diego Maradona morreu a 25 de novembro, aos 60 anos.

Matheus (dupla Lucas e Matheus)

Matheus, da dupla brasileira Lucas e Matheus, morreu a 22 de dezembro, vítima de covid-19. Edilson da Silva Rodrigues (nome de batismo do músico) tinha 57 anos e apresentou sintomas depois de uma visita a Portugal. Estava internado em São Paulo desde o dia 16.

Eduardo Galvão

O ator da Globo tinha 58 anos e foi mais uma vítima do novo coronavírus. Perdeu a vida a 7 de dezembro no hospital Unimed Rio. Eduardo Galvão tinha dado entrada nessa unidade de saúde já com cerca de 50% dos pulmões comprometidos.

Sean Connery

O ator escocês, eterno intérprete de James Bond, morreu aos 90 anos, a 31 de outubro, durante o sono. O TMZ revelou que Sean Connery perdeu a vida devido a uma pneumonia e a uma paragem cardiorrespiratória, fatais quando aliadas à sua idade avançada.

Tom Veiga

O ator brasileiro tinha 47 anos e dava vida ao papagaio Louro José, personagem criada por Ana Maria Braga. O companheiro de mais de 20 anos em “Mais Você”, da Globo, foi encontrado sem vida a 1 de novembro. Perdeu a vida devido a um acidente vascular cerebral.

Kobe Bryant

Morreu a 26 de janeiro num acidente de helicóptero em Calabasas, Califórnia. O basquetebolista norte-americano estava com a filha Gianna, de 13 anos, que também perdeu a vida. Kobe Bryant, eterna estrela dos Lakers. tinha 41 anos.

Bárbara Windsor

A lenda de EastEnders tinha 83 anos quando, a 10 de dezembro, perdeu a vida após uma longa batalha contra o Alzheimer. Barbara Windsor foi diagnosticada com a doença em 2014 mas apenas em 2018 é que se tornou público, após o aparecimento dos primeiros sintomas.

Naya Rivera

A atriz de “Glee” desapareceu a 8 de julho, durante um passeio de barco no Lago Piru, na Califórnia, com o filho, Josey, de quatro anos. O corpo de Naya foi encontrado no dia 13 do mesmo mês. A causa de morte foi “afogamento acidental”. A norte-americana tinha 33 anos.

Olivia de Havilland

A intérprete de Melanie Hamilton no clássico do cinema “E Tudo o Vento Levou” (1939) morreu a 25 de julho, com 104 anos, de causas naturais na sua casa de Paris, França, onde vivia há mais de seis décadas.

Nicette Bruno

Sucumbiu na manhã de dia 20 de dezembro, vítima de covid-19. De acordo com a imprensa brasileira, Nicette Bruno estava internada desde 26 de novembro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio.

Veja também:
Bebés de 2020! Recorde as famosas que foram mamãs este ano

PUB
Top