Antes de MUDANÇA DE SEXO, ex-concorrente de Ídolos «NÃO TINHA DINHEIRO PARA COMER»

Depois da entrevista exclusiva que deu à TV 7 Dias a jovem Alexa, que já foi Daniel, voltou a contar a Manuel Luís Goucha e Maria Cerqueira Gomes a sua difícil história de vida.

17 Jan 2019 | 12:51
-A +A

Durante 20 anos, Alexa Pinto Rebelo foi Daniel Rebelo, o ex-concorrente de Ídolos que sofreu algumas críticas pelo seu aspeto físico, nomeadamente as orelhas para fora. Hoje, com 21 anos Alexa sente-se no corpo certo e feliz.

Como a TV7 Dias já tinha noticiado, em primeira mão, na revista que está em banca, Alexa não teve um passado fácil. O bullying, a rejeição da família e o sentimento de pertencer ao corpo errado são os pesos que a jovem carrega consigo.

Alexa esteve esta quinta-feira, 17 de janeiro, no programa Você na TV e falou sobre o passado que lhe deixou marcas para a vida. «Sentia-me péssimo, horrível. Não me conseguia ver ao espelho», afirmou no vídeo de apresentação.

 

«Sofri com a família que me tratava mal»

 

À conversa com Maria Cerqueira Gomes e Manuel Luís Goucha, Alexa refere «não saber lidar com o mundo» devido aos muitos preconceitos ainda existentes. Desde a infância que a jovem teve de esconder quem era e o que sentia porque o bullying a que era sujeita lhe deixava marcas que hoje ainda não esquece.

Depois de rejeitada pela família por querer ser uma mulher, a jovem contou apenas com o apoio e carinho da avó materna. «Eu sofri com a família que me tratava mal mas tive o apoio da minha avó. A minha mãe é toxicodepentente. Ela não teve cabeça para criar os filhos. O meu irmão está preso. A minha irmã está junta. O meu pai já faleceu. Se o meu pai estivesse vivo aposto que me abria a porta», conta.

Alexa foi obrigada a ir para uma casa de abrigo, uma vez que avó teve de viver com familiares e não a pôde levar por não a aceitarem como era. Mais tarde, a avó da jovem acabou por falecer e esta sentiu-se desamparada, sem ninguém no mundo.
Alexa confessa que seguiu caminhos menos corretos e chegou a passar fome.

 

«Não comia nada. Não tinha dinheiro para comer», confessa.

 

Quando questionada pelo apresentador sobre as pessoas que tem consigo agora, Alexa refere não existir «ninguém» para lhe dar colo. No entanto, a jovem tem o apoio de uma família que a ajuda no que precisa. «Estou a viver na casa de pessoas que me ajudaram. Que me dão roupa lavada e comida», afirma.

Alexa já passou por algumas mudanças físicas, nomeadamente o peito, e hormonais. Com o cabelo comprido, a jovem viu o seu rosto mudar com a ajuda do programa Você na TV, que lhe possibilitou arranjar os dentes e lhe ofereceu algumas roupas.

 

Espreite também: DEIXOU de ser Daniel e agora é ALEXA!

 

Sentindo que é realmente a pessoa que quer, a jovem afirma querer lutar pelos seus sonhos e confessa nunca ter optado por «más vidas», como a toxicodependência e a prostituição.

«Eu tenho que lutar pelos meus sonhos. Nunca fui para más vidas», refere.

Sobre o futuro, Alexa diz ainda querer adotar e encontrar o seu príncipe encantando, revelando, no entanto, já ter tido «algumas desilusões amorosas». Arranjar um trabalho e construir uma vida são também projetos futuros que a jovem tem em mente.

Para já, Alexa vai continuar as transformações físicas e psicológicas para se tornar, por completo, uma mulher feliz.

Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais; Fotos: DR e João Manuel Ribeiro

PUB
Top