António Camelier diz que Maria João Abreu se “anulava” para ajudar os outros

António Camelier não poupou nos elogios a Maria João Abreu durante o programa “Alta Definição”, da SIC. “Não há adjetivos para descrevê-la”, diz o ator.

23 Mai 2021 | 13:10
-A +A

António Camelier, que integra o elenco da novela A Serra, desdobrou-se em elogios a Maria João Abreu durante a conversa com Daniel Oliveira, no último Alta Definição. No programa gravado antes da morte da atriz, o ator, de 33 anos, comentava a sua participação neste projeto de ficção da SIC, quand0 falou de Sãozinha, a sua mãe na trama.

“É das pessoas mais generosas” começou por dizer Camelier sobre Maria João Abreu. “É uma excelente atriz, uma pessoa incrível que está sempre a retirar o melhor de ti. A ajudar-te”, continuou, ao mesmo tempo que sublinhou o altruísmo da atriz na contracena.

“Ela anula-se muitas vezes para que os outros fiquem melhor. Qualquer pessoa que fale dela não tem nada a apontar. Não há adjetivos para descrevê-la”, remata o Tozé de A Serra.

António Camelier sofre de Transtorno Obsessivo-Compulsivo

Durante a conversa com o diretor-geral de Entretenimento da Impresa, António Camelier revelou sofrer de Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC)”.e contou como esta uma perturbação mental  – caracterizada por obsessões e compulsões – se manifesta em diversos rituais do dia-a-dia. “Quando me sento, faço-o três ou quatro vezes, tenho obsessão por números pares, deito-me sempre duas vezes ou desligo as luzes sempre duas ou três vezes”, afirma, ao mesmo tempo que adianta que as pessoas não se dão conta desta sua condição. “Este tipo de problema é uma coisa muito mental”. Leia mais aqui.

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Redes sociais
Veja também:
“É uma coisa muito mental”: António Camelier sofre com distúrbio obsessivo
António Camelier perdeu 6 quilos em “A Máscara”

PUB
Top