António Costa gastou 10 mil euros num almoço? Toda a verdade revelada

Publicações virais associam fatura de almoço de quase 10 mil euros a uma refeição de António Costa num famoso restaurante de Lisboa.

21 Nov 2022 | 16:50
-A +A

Um dos mais recentes rumores nascidos nas redes sociais dava conta que António Costa teria desembolsado perto de 10 mil euros num jantar no Solar dos Presuntos, afamado restaurante de Lisboa. A fatura, que ainda circula no mundo virtual, tinha como destaque 8.100 euros gastos em três garrafas de vinho e ainda 1.130 num caranguejo real do Alasca. Ou seja, dos 9.400,60 euros, 9230 diziam respeito a apenas a quatro itens.

O boato surge porque a fatura é do dia 16 de novembro e no mesmo dia o restaurante fez uma publicação nas redes sociais a assinalar a presença de António Costa, Pilar del Río, presidente da Fundação José Saramago e Pedro Adão Silva, ministro da Cultura, entre outras pessoas. “Dia 16 de novembro de 2022, data em que José Saramago celebraria o seu centenário. Dia, pois, para recordar e assinalar o jantar realizado em 3 de junho de 2008 na presença do escritor português galardoado com o Nobel da Literatura em 1998, Pilar del Río, António Costa e José António Pinto Ribeiro. Também Pedro Adão e Silva, atual ministro da Cultura, participou hoje nesta ‘celebração’ que engrandece a história do Solar”, pode ler-se na legenda da imagem partilhada nas redes sociais. “Vamos ajudar o Pedro Adão e Silva a pagar o pudim flan com dignidade” e “10 mil euros de almoço pagos por nós com uma justificação esfarrapada. Digam-me que este ‘Ensaio sobre a Cegueira’ não é verdade. Mau demais. Estes governantes cospem-nos na cara. Até quando?” são apenas dois dos comentários deixados nas redes sociais.

“Estes governantes cospem-nos na cara. Até quando?”

Só que o rumor não passa disso mesmo. É verdade que António Costa esteve no Solar dos Presuntos no dia 16 de novembro. Só que a conta apresentada não corresponde à refeição do primeiro-ministro. “Durante o dia de hoje, surgiu uma história fantasiosa sobre a fatura da refeição que o primeiro-ministro teve no Solar dos Presuntos na última quarta-feira. É obviamente falsa! A fatura que circula não corresponde à fatura da refeição do primeiro-ministro. Tivemos o maior prazer em ter o senhor primeiro-ministro a almoçar no nosso restaurante no dia histórico em que se assinalavam os 100 anos de nascimento do José Saramago e ficamos indignados com as falsidades que circulam”, esclarece o restaurante.

“Ficamos indignados com as falsidades que circulam”

Por sua vez, em em declarações ao Polígrafo, também o gabinete de António Costa desmente que aquela seja a fatura do almoço do primeiro-ministro. “A fatura que surge associada ao referido almoço não corresponde ao valor da refeição. O próprio restaurante deu conta disso, ontem à noite, na sua página de Facebook”, explica.

Texto: Bruno Seruca

PUB