Aplausos e mais aplausos: Ovações por Maria João Abreu ecoam em teatro

Maria João Abreu tem sido aplaudida diariamente no Teatro da Trindade. Heitor Lourenço, que participa na peça “Noite de Estreia”, mostrou uma das ovações sentidas na sala de espetáculos lisboeta.

09 Mai 2021 | 12:30
-A +A

O Teatro da Trindade tem feito homenagens diárias a Maria João Abreu. A atriz, de 57 anos, está internada, há nove dias, no Hospital Garcia de Orta, em Almada, na sequência do rompimento de um dos dois aneurismas com os quais foi diagnosticada. Com um prognóstico reservado, em coma induzido, a artista tem recebido força por parte elenco e dos espectadores da peça “Noite de Estreia”.

Heitor Lourenço, que integra o elenco, partilhou, nas redes sociais, um vídeo filmado após mais um espetáculo. Nele, os atores regressam ao palco da sala lisboeta e pedem palmas por Maria João Abreu. Um ritual que se tem repetido todos os dias. “Foi assim ontem. Foi assim anteontem. Vai ser assim hoje. Aplausos de força para a Maria João Abreu. A João está na batalha. A João vai vencer!”, escreve o ator.

 

 

Além deste, compõem o elenco de “Noite de Estreia” Dalila Carmo, João Araújo, João Reis, Margarida Bakker, Maria José Paschoal, Marta Félix e Sabri Lucas. O espetáculo é encenado por Martim Pedroso, a quem Heitor Lourenço agradece na mesma partilha: “Obrigado, Martim, pela tua generosidade e sensibilidade imensa.”

“Sempre palmas, muitas palmas, para o ser humano e profissional que é esta nossa amiga. Porque é a estas palmas e à força dos amigos e da incansável família que ela se vai agarrar”, responde o também ator.

 

Maria João Abreu sentiu-se mais nas gravações de “A Serra”

 

Maria João Abreu foi hospitalizada depois de se ter sentido mal, no dia 30 de abril, nas gravações da novela da SIC “A Serra”. Começou por ser levada para o Hospital Amadora-Sintra, tendo sido depois transferida para o Garcia de Orta. Desde então, já foi submetida a mais do que uma cirurgia.

Na terça-feira seguinte, a SIC emitiu um comunicado da família, no qual esta “agradece a preocupação e mensagens que tem recebido” desde que a atriz foi internada. “Pedimos com carinho a todos, em especial à Comunicação Social, que nos permitam passar por este momento com a calma e privacidade necessárias para ajudar a Maria João Abreu a superar este desafio. Obrigado”, acrescentam os familiares da intérprete.

Já “a SIC, a SP Televisão, a Coral Europa e todos os seus colegas de elencos desejam rápidas melhoras à nossa querida Maria João Abreu”, pôde ainda ler-se.

 

O que é um aneurisma cerebral?

 

Segundo explica a CUF no seu site, “um aneurisma cerebral corresponde a uma zona de fraqueza da parede de um vaso sanguíneo intracraniano que tende a dilatar-se, ficando preenchido com sangue. De um modo geral, os aneurismas formam-se na zona da bifurcação das artérias, por ser a zona mais frágil da sua estrutura”.

“Essa dilatação pode exercer pressão sobre nervos ou outras estruturas cerebrais adjacentes. Por outro lado, pode romper causando uma hemorragia que vai comprimir as estruturas vizinhas”, o que terá acontecido com Maria João Abreu. Saiba mais sobre este problema de saúde, bem como causas, sintomas e os fatores de risco, clicando aqui.

 

SIC acompanha “a situação com a reserva que a mesma implica”

 

A SIC, através do site Fama Show, disse estar “a acompanhar a situação com a reserva que a mesma implica” e confirma o “estado delicado” em que Maria João Abreu se encontra.

A atriz é mãe de Miguel Ricardo Raposo, de 35 e 28 anos, respetivamente, nascidos do casamento com José Raposo. Os dois atores separaram-se, em 2008, ao fim de 23 anos de união. Maria João Abreu está casada há 12 anos com o músico João Soares.

 

Na edição desta semana da TV 7 Dias, revelamos as imagens que mostram que a família de Maria João Abreu não arreda pé do Hospital Garcia de Orta. Saiba mais aqui.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala, Divulgação SIC e reprodução redes sociais

PUB