“Aquilo não é o sítio da mariquinhas”: Impedido de entrar em casa, Castelo Branco reage

José Castelo Branco esteve de novo envolvido numa polémica, desta vez por estar impedido de entrar na sua própria casa, em Sintra. O ‘conde’ já reagiu!

21 Nov 2022 | 19:50
-A +A

José Castelo Branco esteve novamente no centro das polémicas, depois de ter sido divulgado pela Nova Gente que o socialite não podia entrar no próprio palacete, em Sintra, por estar ocupada pelo ex-concorrente do “Big Brother Famosos” Pedro Pico, desde 2021.

Foi depois esclarecido, pelos comentadores do programa ‘Manhã CM’, que a casa está no nome da mulher de José Castelo Branco, Betty Grafstein e que existe um contrato para a ida do socialite à casa: “O que o Pedro quer é que tudo seja feito dentro da legalidade, que exista um documento que permita ele ir lá buscar as suas coisas. Existe um mandatário que trata de tudo”.

Alegadamente, existe um inventário onde estão descritos os objetos de Betty guardados num anexo do palacete, e Pedro Pico tem receio de ser considerado responsável caso algum destes objetos desapareça.

José Castelo Branco decidiu quebrar o silêncio sobre o teme e, pela primeira vez desde que estalou a polémica, deu uma entrevista em que abordou o assunto.

“É verdade. Estive em Portugal desde o dia 8 de outubro, em Lisboa. Trouxe, inclusivamente, uma carta registada, com aviso de receção, da Lady Betty, para eu ir visitar a casa, como proprietários que somos, e buscar algumas roupas”, começou por contar, numa entrevista ao site ‘Selfie’.

“Portanto, ela é a proprietária, eu sou marido dela há 26 anos. Nem isso nos foi permitido. Lamento, mas é verdade. Foi frustrante, para mim. A verdade tem de ser dita, nua e crua. A desculpa foi sempre: ‘A casa está cheia, a casa está cheia com o Airbnb’. Uma série de coisas. A casa está cheia, os quartos, mas não quer dizer que os salões e as cozinhas estejam ocupados”, continuou o socialite na entrevista.

“Eu acho que aquilo não é o sítio da mariquinhas, portanto, espero bem que não, que não seja a casa da mariquinhas. Foi a minha grande frustração, realmente, desde que cheguei a Portugal, não visitar a minha própria casa e não ir buscar as minhas roupas”, concluiu José Castelo Branco.

Leia ainda: José Castelo Branco recusa-se a pagar multa de 550 euros por roubo: “Sou pobrezinha”

Texto: Luís Duarte Sousa; Fotos: Arquivo Impala

PUB