Ariana Grande sobre morte de grande amor: «Não merecia os demónios que tinha»

Depois da morte de Mac Miller e o fim da relação com Pete Davidson, Ariana Grande fala, pela primeira vez, sobre o período conturbado que viveu.

10 Jul 2019 | 9:11
-A +A

Ariana Grande, de 26 anos, tem enfrentado períodos dramáticos e, pela primeira vez, falou abertamente sobre a morte de Mac Miller, rapper com quem namorou, e também do mediático fim da relação com Pete Davidson.

Ariana Grande e Mac Miller mantiveram uma relação durante dois anos e meio, tendo chegado ao fim em maio de 2018. Quatro meses depois da rutura, o rapper de 26 anos foi encontrado morto em casa, na sequência de uma overdose. 

Pela primeira vez e numa entrevista intimista à revista Vogue, Ariana Grande recorda os anos de relação e a luta contra a adição de drogas de Mac Miller.  

«As pessoas não vêem as coisas que se passam, por  isso, falam sobre aquilo que pensam que aconteceu. Não viram os anos de trabalho e de luta ou o amor e exaustão. Aquele tweet veio de um estado de completa derrota e não tens ideia de quantas vezes o avisei que isto aconteceria, de quantas vezes lutei essa luta durante a nossa amizade e relação. As pessoas não têm noção, por isso não lhes é permitido falar sobre isso, porque não sabem. Foi daí que este [tweet] veio», afirma Ariana Grande, sobre um tweet que partilhou em maio, depois de ser apontada como a culpada da situação do rapper.

Recorde o tweet

«É absurdo que as pessoas diminuam a importância do amor próprio e respeito ao dizer que alguém deve ficar numa relação tóxica porque ele escreveu um álbum sobre si (o que não é o caso). Não sou babysitter ou mãe e nenhuma mulher deve sentir que o tem de ser. Cuidei dele e tentei ajudá-lo a ficar sóbrio e rezei que se equilibrasse durante anos (e sempre o farei, claro), mas envergonhas/culpar uma mulher pela incapacidade do homem de se manter bem, é um problema muito maior. Vamos, por favor, parar com isso. Claro que não partilhei sobre o quão doloroso foi enquanto acontecia, mas foi. Vou continuar a rezar, do fundo do meu coração, para que ele consiga resolver-se», escreveu a cantora na altura.

O luto pela morte do amigo e ex-companheiro consumiu Ariana, que conta: «A nossa relação não era de todo perfeita, mas tipo, fod*-**. Ele era a melhor pessoa de sempre e não merecia os demónios que tinha. Eu fui a cola durante tanto tempo e dei por mim a tornar-me… cada vez menos cola. As peças começaram a dispersar.»

 

«Foi divertido, louco e irrealista»

Após o fim da relação com Mac Miller, Ariana Grande preparava-se para um verão com amigos quando conheceu Pete Davidson, de quem ficou noiva em junho, apenas um mês depois de a relação começar.

«Os meus amigos disseram-me: ‘Vem para Nova Iorque, vamos ter um verão divertido’. Depois conheci o Pete e foi uma distração incrível. Era superficial, divertido, louco e altamente irrealista. Eu amava-o e não o conhecia. Sou uma criança quando se trata da vida real. Ainda hoje não confio em mim com as coisas da vida», revela.

 

«Estava bêbeda e muito triste»

Thank U, Next é o mais recente álbum de Ariana Grande. O disco foi gravado de outubro a dezembro de 2018, apenas um mês depois da morte de Mac Miller e do fim da relação com Pete Davidson, e foi lançado em fevereiro de 2019. Para a artista, esta obra foi uma espécie de renascer.

«Para ser sincera não me lembro desses meses da minha vida porque, primeiro, estava bêbeda, e, segundo, muito triste. Não me lembro como começou, como acabou ou como, de repente, tinha 10 músicas», começa por explicar.

«Acho que este [Thank U, Next] é o primeiro álbum e o primeiro ano da minha vida em que entendo que não posso mais abdicar de tempo para mim mesma. Estive em relações toda a minha vida adulta. Sempre tiver alguém a quem dizer boa noite. Por isso, Thank U, Next foi o meu momento de realização pessoal. Foi assustador pensar: ‘agora tens que enfrentar tudo isto. Sem mais distrações, tens que lidar com isto», termina.

Leia também:
Ariana Grande agredida em palco com um limão!
Ariana Grande trocada por atriz 20 anos mais velha!

 

Texto: Redação WIN – Conteúdos digitais| Fotos: Redes Sociais

PUB
Top