Armando Gama arrisca 10 anos de prisão por agressões à ex-mulher e insultos ao filho

«És um imbecil» é dado como exemplo de um insulto feito por Armando Gama ao filho, de sete anos. O cantor é acusado de crime de violência doméstica contra ex-mulher e outro de posse ilegal de arma.

27 Jun 2020 | 17:50
-A +A

O cantor Armando Gama, de 66 anos, foi preso, em janeiro passado, pelo núcleo antiviolência doméstica da GNR de Lisboa, mas só agora foi acusado de crime de violência doméstica contra a antiga companheira, Bárbara Barbosa, e outro de posse ilegal de arma.

A moldura penal prevê cúmulo jurídico de dez anos de prisão, mas o Ministério Público (MP) de Sintra, responsável pela acusação, entende que o arguido «não deve ser punido com mais de cinco anos, por não ter antecedentes». A acusação refere que o cantor e a mulher se conheceram em 2010. O filho, António, tem sete anos.

Desde cedo, em datas não apuradas pela investigação, que o menino terá sido maltratado pelo pai. «És um imbecil» e «pareces um macaco» são dois dos exemplos da acusação de como Armando Gama trataria o filho, além de, acusa o MP, chamar à criança «animal» quando ela se portava mal.

A acusação refere também que, entre agosto e em novembro de 2019, Bárbara Barbosa foi agredida três vezes, com duas tentativas de estrangulamento. Ao CM, Armando Gama diz-se «confiante» no julgamento e afirma que «nunca houve violência doméstica». Defende-se ainda sobre a arma apreendida, explicando que pertencia ao avô, e que até «estava identificada».

 

Acompanhe toda a atualidade noticiosa no Portal de Notícias Impala.

 

Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais; Fotografias: Arquivo Impala

PUB
Top