O que todos querem ver! As primeiras imagens de Teresa Guilherme no próximo Big Brother

No dia em que se assinalam 20 anos sobre a estreia de Big Brother em Portugal, a TVI começou a transmitir imagens promocionais da próxima edição com Teresa Guilherme na luxuosa mansão da Ericeira.

03 Set 2020 | 19:30
-A +A

Faltam dez dias para a estreia de Big Brother – A Revolução. Iniciada a contagem decrescente, a TVI começou a emitir, esta quinta-feira, 3 de setembro, dia em que se celebram 20 anos da estreia do reality show em Portugal, imagens promocionais da próxima edição do formato com Teresa Guilherme na luxuosa mansão da Ericeira, onde vão habitar os (esperam-se 20) concorrentes.

«Prepare-se, porque você vai fazer parte deste jogo, onde tudo pode acontecer», promete a apresentadora, que substitui Cláudio Ramos na condução do pai de todos os reality shows, regressando, assim, ao palco que a fez ser apelidada de rainha deste género de formatos televisivos. «A revolução começa em casa», adianta ainda Teresa Guilherme, aguçando a curiosidade dos espectadores.

Já é sabida a intenção da TVI de tornar este Big Brother – A Revolução ainda mais interativo, nomeadamente através das redes sociais. Espera-se que o público tenha ainda mais poder no decurso do programa, que será «mais intenso, mais impactante e mais imediato» do que o de qualquer outra temporada.

«O Big Brother vai mudar tudo e todos. Eles não imaginam o que os espera», deixa no ar o canal de Queluz de Baixo, na mesma promoção, na qual já é possível vislumbrar algumas mudanças decorativas na casa.

 

Na galeria, veja ao detalhe as alterações que já são possíveis ver na moradia!

 

 

Concorrentes de Big Brother – A Revolução em quarentena

 

Em abril passado, a TVI dava o pontapé de saída para o quinto Big Brother em Portugal de uma forma nunca antes vista: com a entrada em quarentena dos concorrentes, assim obrigados pela pandemia da COVID-19. O canal mostrou na sua antena as duas semanas em que os participantes se mantiveram isolados em aparthoteis e só então, verificando que nenhum deles estava infetado, permitiu a entrada dos mesmos na casa na Ericeira que acolheu o formato.

A cerca de 15 dias da estreia de Big Brother – A Revolução, a 13 de setembro, edição que assinala o regresso de Teresa Guilherme à apresentação do reality show, quis-se saber qual o procedimento agora adotado pela estação de Queluz de Baixo e pela produtora Endemol.

«Os concorrentes fazem inicialmente um teste à COVID-19 e depois entram em quarentena. Pouco tempo antes de entrarem na casa do Big Brother, fazem outro teste e um contra teste de modo a garantir que estão efetivamente bem», conta fonte oficial da TVI à NOVA GENTE.

O canal opta por não entrar em pormenores relativamente ao número de dias que os participantes ficam em isolamento nem sobre os dias em que serão testados.

Recorde-se que, naquela edição apresentada por Cláudio Ramos, dois ex-concorrentes – Hélder e Daniel Monteiro – regressaram ao programa da TVI sem terem sido submetidos a uma quarentena de 14 dias, realizando apenas dois testes de diagnóstico. Na altura, em declarações à TV 7 Dias, a Direção-Geral de Saúde admitiu existir um risco de infeção.

 

Texto: Ana Filipe Silveira e Dúlio Silva; Fotografias: Arquivo Impala, reprodução TVI e redes sociais

PUB
Top