Ativistas que INVADIRAM CMTV voltam a fazer das suas!

O movimento Extinction Rebellion Portugal voltou à ação. Uma semana depois de ter protagonizado uma invasão a um estúdio da CMTV, interrompeu um discurso do primeiro-ministro, António Costa.

23 Abr 2019 | 17:50
-A +A

Uma semana depois de ter invadido o estúdio do programa Manhã CM, da CMTV, o grupo de ativistas Extinction Rebellion Portugal voltou a protestar, desta vez, interrompendo o discurso do primeiro-ministro, António Costa, no 46.º aniversário do PS, de que é secretário-geral.

O episódio aconteceu na noite desta segunda-feira, dia 22 de abril, na antiga Feira Internacional de Lisboa (FIL), com quatro jovens daquele movimento sociopolítico, nascido no Reino Unido e já difundido um pouco por todo o mundo, a contestar contra a construção do aeroporto no Montijo lançando aviões de papel.

Ao Observador, um dos ativistas referiu que o objetivo do grupo era «apelar ao primeiro-ministro para dizer a verdade às pessoas sobre o impacto do acordo que ele próprio assinou com a multinacional Vinci para a construção de um novo aeroporto em Lisboa e para ampliação da aeroporto da Portela».

Sublinhando que agiram «pacificamente», os jovens foram expulsos do palco onde António Costa orava em menos de meio minuto. O discurso do líder do executivo prosseguiu.

 

 

Já à agência Lusa, um dos responsáveis pelo Extinction Rebellion Portugal alertou que iniciativas idênticas a esta podem voltar a acontecer «a qualquer momento». Só na última semana, foram nove.

A mais mediática, e noticiada pela TV 7 Dias aqui, ocorreu a 16 de abril, quando um grupo de oito ativistas do Extinction Rebellion invadiu o estúdio do Manhã CM, conduzido por Maya e Nuno Eiró.

Os apresentadores mostraram-se incrédulos com a situação, até que a também taróloga afirmou: «Não faço ideia do que é isto mas, olhem, vamos para intervalo.» 

A emissão da CMTV seguiu para um segmento do Notícias CM, conduzido pela jornalista Ângela Marques, que, perante a situação, não conseguiu disfarçar o espanto. De regresso ao estúdio do talk show, Maya e Eiró ignoraram o sucedido, não tecendo qualquer comentário.

 

 

Texto: Dúlio Silva | Fotografias: DR

PUB
Top