Ator de Tonecas: Vítima de violência doméstica

Ainda se lembra do menino Tonecas? Luís Aleluia viveu um período negro na sua vida que o vai marcar «para sempre»!

01 Fev 2018 | 12:08
-A +A

Luís Aleluia, o eterno menino Tonecas, revelou agora um dos piores períodos da sua vida. O ator confessou em televisão que foi vítima de violência doméstica. Uma situação que o vai marcar «para toda a vida».

No dia 23 de fevereiro, Luís completa 58 anos de vida e é já no próximo sábado, dia 3 de fevereiro, que a conversa com Daniel Oliveira no programa Alta Definição, da SIC, vai para o ar.  O ator, que há uns anos teve um grande sucesso na televisão com a série: As Lições do Tonecas, veio agora falarsobre a infância difícil que viveu e dos abusos físicos e psicológico que sofreu por parte do padastro.

«Fui vítima de violência doméstica até aos nove anos de idade por parte do meu padastro. O meu pai nunca soube porque era uma pessoa doente e eu era quase proibido de lhe contar para o defender. Eu e a minha mãe fomos vítimas dessa violência por causa do vinho, do futebol, éramos postos na rua, sei lá tanta coisa», começou por contar. 

O padrasto de Luís Aleluia «trancava» a porta de casa deles por dentro, com a chave metida na fechadura, para depois nenhum dos dois conseguir tirar. «Lembro-me com sete ou oito anos ter de subir pelo telhado e depois ter de tirar a chave por dentro. Enfim, coisas que uma criança nem deve ter de passar, nem deve ter de viver porque isso vai marcar-lhe a vida toda», desabafou.

Veja o vídeo:

Aquele que fazia todos rir na série da RTP: As Licões do Tonecas, onde desempenhava o papel de um aluno reguila que estava sempre pronto para pregar partidas, «carrega às costas» uma fase negra que os portugueses desconheciam até agora. A série passava-se numa sala de aula em que os outros alunos eram apenas figurantes e as conversas eram focadas entre duas personagens principais: Tonecas e o professor, papel interpretado por Morais e Castro. O ator morreu há quase nove anos, no dia 23 de Agosto de 2009, vítima de cancro.

LER MAIS: Menino Tonecas ajuda os sem-abrigo de Setúbal

A série acabou há dezanove anos, em 1999, havendo dois especiais televisivos em 2003. A personagem ficou tão associada a Luís Aleluia que este continuou a desempenhá-la para comédia noutros programas da RTP até ao ano 2005, quando «acaba» com a personagem por considerar estar «demasiado velho para desempenhar uma personagem infantil».

Recorde um excerto da série:

Luís Aleluia entrou aos nove anos de idade para a instituição Casa do Gaiato e aí viveu até completar 16.  Mais recentemente, Luís Aleluia fez parte do elenco de ‘Bem-Vindos a Beirais’, onde desempenheva o papel de um soldado da Guarda Republicana.

PUB
Top