Atriz Oceana Basílio refugia-se nos braços da filha!

Atriz Oceana Basílio passa férias com a filha no Algarve, depois de a jovem ter pedido para ir viver com o pai.

24 Ago 2019 | 11:50
-A +A

Dias antes de Oceana ser apanhada em clima de grande cumplicidade com José Fidalgo, a TV 7 Dias já tinha surpreendido a atriz com a filha, Francisca, de 15 anos. Nessa altura, Cabanas de Tavira foi a praia eleita por Oceana para desfrutar de umas horas de sol, ao lado de Francisca, o seu «mundo», o seu «amor», como já escreveu nas publicações que faz com a adolescente nas redes sociais.

As saudades apertavam e esse facto era notório de ambas as partes, com vários carinhos trocados entre mãe e filha. Na travessia de barco pela Ria Formosa, obrigatória para chegarem até à estância balnear, Francisca não prescindiu do ombro da mãe para encostar a cabeça e foram várias as ocasiões em que as duas andaram de mãos dadas, mostrando a relação de grande proximidade que têm.

Já na praia, local de que a adolescente não é fã, mas onde vai pela mãe, que ao contrário de si é uma forte adepta, as duas instalaram-se nas espreguiçadeiras da concessão. As idas ao mar para se refrescarem foram constantes para a algarvia, já a filha só arriscou molhar-se uma vez. No entanto, chegou a acompanhar a progenitora até à beira da água uma ou outra vez, ficando à sua espera na areia.

Como já foi dito, Oceana, que foi mãe quando tinha 25 anos, mantém com a filha uma ligação forte, construída durante os 14 anos que viveram juntas em Lisboa. Mas esse facto mudou há poucos meses, quando Francisca lhe pediu para ir viver com o pai, de quem a atriz se separou quando ela ainda era uma bebé.

 

«Eu tenho muitas saudades dela», assume Oceana Basílio

 

Na entrevista que deu recentemente a Júlia Pinheiro, no seu programa na SIC, a algarvia revelou esta reviravolta na sua vida. «Crescemos as duas em Lisboa, com o apoio de amigos, claro, a família sempre longe, o pai sempre presente, mas em distância longe, porque não vive em Lisboa. Não há muito tempo, a Francisca pediu-me – para mim foi…ela sabe – para ir experimentar viver com o pai. E disse-me: ‘Mãe, tu estás a ser egoísta, eu não tenho culpa que vocês vivam longe e eu tenho esse direito, por favor», contou, para admitir logo de seguida: «E eu tenho muitas saudades dela, ela sabe, apesar de estarmos muito presentes e falarmos todos os dias e darmo-nos todos superbem. Só quero que ela esteja e seja sempre muito feliz», disse.

Questionada pela apresentadora se tem sido difícil viver sem a filha, a atriz não escondeu: «É, mas está resolvido. (…) Há um vaziozinho de manhã, ao pequeno-almoço, ao jantar, mas ela tem razão, ela tem esse direito. Ela tem três irmãos da parte do pai, que adora, por isso é que ela diz que eu sou só dela, porque pelo pai ela tem de lutar.»

Nesta última frase, Oceana referia-se à carta que Francisca escreveu para Júlia Pinheiro ler à mãe em direto. E, na despedida, a adolescente dizia: «Obrigada, mãe, obrigada por me teres feito amar o teatro, por me teres ensinado a dançar como uma maluca, por pintares comigo, por cantares comigo, para eu perder a vergonha, por me aturares a ver os filmes do Harry Potter, umas três mil vezes, por todos os conselhos, por todos os puxões de orelhas, pelo nome Francisca Afonso, que eu adoro, por todos os nossos momentos e, como é óbvio, por me teres trazido a este mundo. Amo-te muito, mãe. Não te esqueças que a tua loucura está no ponto perfeito e que é uma parte fantástica em ti. Também não te esqueças de que só eu é que te posso chamar de louca, porque és minha e só minha. Amo-te, és a melhor mãe do mundo», escreveu a jovem.

 

Filha da atriz escreve carta

 

Este testemunho começou com a filha a sublinhar o seu amor por ela, apesar das diferenças de gostos de ambas. «Olá, mãe, eu só queria dizer que te amo mais do que qualquer outra pessoa neste mundo e que podes contar comigo, assim como eu posso contar contigo, não importa o que aconteça. Posso não gostar muito de ir à praia apanhar sol, ou de correr e fazer ginástica, mas adoro estar contigo seja onde for e sei que dás o teu melhor para me educar, para que um dia eu possa ser uma mulher forte como tu», escreveu.

Pelo meio, a jovem ainda fez saber que a carreira da mãe como atriz a faz ter sentimentos dúbios: «Sinceramente, não sei se adoro ou detesto o teu trabalho. Por um lado detesto-o profundamente, porque te rouba de mim, às vezes, e te tira muito tempo, além disso deixa-te muito cansada e stressada com as correrias do teu dia-a-dia. Mas por outro lado adoro-o porque é uma das coisas que te deixa feliz e te faz sentir completa. Amo ver-te representar. Eu acho que és uma das melhores atrizes do mundo, mas eu sou um bocado suspeita para falar. Consegues representar qualquer personagem, só não podes fazer parte de um musical, porque infelizmente não nasceste com esse dom…»

 

Veja ainda:
Exclusivo! Oceana Basílio e José Fidalgo reconciliados e íntimos
Oceana Basílio abre o jogo sobre passado ligado às drogas: «Faz parte da minha vida»

 

Texto: Eduardo César Sobral e Susana Meireles; Fotos: D.R. 

 

(texto originalmente publicado na edição nº 1692 da TV 7 Dias)

PUB
Top