No primeiro domingo de quarentena, os portugueses quiseram Gozar Com Quem Trabalha

Rir é o melhor remédio e, no primeiro domingo desde que foi decretado o estado de alerta devido à pandemia provocada pelo coronavírus, os telespectadores procuraram o humor… e a SIC.

16 Mar 2020 | 16:10
-A +A

As circunstâncias que o país atravessa são inéditas e sem fim à vista. A quarentena preventiva que milhões de portugueses iniciaram na semana passada está a refletir-se nos consumos televisivos, com um aumento visível em relação aos dias anteriores.

No primeiro domingo após ter sido decretado o estado de alerta devido à pandemia do coronavírus, o consumo de conteúdos televisivos registou uma subida face ao dia homólogo. A SIC foi o canal mais visto do dia, com um alcance de 5,6 milhões de pessoas e 17,3% de share. Seguiu-se a TVI, com 14,9% de share e 5,5 milhões de alcance. O conjunto de canais de cabo registou 14,7% de quota de mercado e um alcance de 5,1 milhões. A RTP1 registou 10,4% de share e um alcance de 4,6 milhões. A CMTV foi o canal mais visto do dia, com 6% de share e um reach de 3,5 milhões.

A SIC dominou por completo o TOP 3 dos programas mais vistos do dia. Isto É Gozar Com Quem Trabalha liderou e foi visto por 1,78 milhões de telespectadores e registou 30,2% de share. Num programa gravado ao vivo mas sem público, Ricardo Araújo Pereira recebeu Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP e o cientista David Marçal.

Seguiu-se o Jornal da Noite, com 1,6 milhões de telespectadores e 27,7% de share. O programa 24 Horas de Vida, também da SIC, fecha o top 3, com 1,24 milhões de telespectadores e 24,9% de share.

Marques Mendes com maior audiência de sempre

O segmento de opinião do Jornal da Noite da responsabilidade Luís Marques Mendes registou um recorde de audiência, sendo o mais visto de sempre, com 28,9% de share e 17,7% de audiência média, o que corresponde a 1,7 milhões de telespectadores.

Após o encerramento das escolas e o anúncio de uma série de medidas restritivas, a previsão é de que o consumo televisivo vá apresentar uma curva ascendente nos próximos dias. Um efeito paradoxal com o cenário atual das empresas de media que, à semelhança de outros setores da economia mundial, estão a funcionar a meio gás, com muitos dos seus colaboradores em casa, de quarentena preventiva, a acompanhar os filhos ou em teletrabalho.

331 casos confirmados em Portugal

São 331 os casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, em Portugal, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), desta segunda-feira, 16 de março. Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 86 doentes. Há ainda 374 pessoas a aguardar o resultado das análises laboratoriais e 4592 em vigilância pelas autoridades de saúde.

Registam-se ainda três pacientes recuperados.

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: redes sociais e SIC

 

Veja mais:
Miguel Sousa Tavares arrasa Ricardo Araújo Pereira: «Pouco criativo e muito preguiçoso»
Pedro Teixeira reage às audiências do Dança: «Às vezes o público não corresponde»

 

PUB
Top