Bárbara Bandeira aterrorizada e perseguida por fã obcecado: «Começou a ser agressivo»

Bárbara Bandeira anda a ser atormentada por um fã desde 2018 e revela pormenores de história de arrepiar. A cantora vai denunciar o caso às autoridades.

21 Dez 2019 | 12:01
-A +A

Bárbara Bandeira recorreu às redes sociais para desabafar com os seguidores sobre uma história que «não é propriamente muito feliz». Numa tentativa desesperada de encontrar ajuda, Bárbara relatou uma história insólita com um fã, que a anda a perseguir.

«É um assunto que me tem perturbado um bocadinho, principalmente hoje que tenho ligado um bocadinho as peças e percebido o quão grave pode ser esta situação», começa por dizer.«Vou contar-vos uma história de uma situação que aconteceu com um rapaz que provavelmente tem alguma fixação por mim. Eu sei que ele já esteve em psiquiatras e que sinceramente está a começar de preocupar-me».

O fã em questão já lhe manda mensagens há muito tempo e a artista refere que até já bloqueou várias páginas dele, mas sem sucesso: ele volta sempre a aparecer. Bárbara diz que os conteúdos das mensagens são assustadores, uma vez que o jovem pensa ter uma relação com ela e fala de suicídio. «Diz que não vai ficar sem mim, que prefere não estar neste mundo do que estar sem mim e para quando eu o vir lhe falar.

«Disse-lhe que as minhas músicas eram todas para ele»

No verão de 2018, a loira esteve frente-a-frente com o indivíduo quando fazia uma promoção de um álbum num shopping e foi aí que percebeu que a situação estava a ficar fora de controlo. «Uma semana antes, lembro-me que o meu pai chegou a casa e disse-me que tinha ido ter com ele um miúdo ao concerto dele e que no final tinha ido falar com ele, depois de esperar que toda a gente saísse. Disse-lhe que as minhas músicas eram todas para ele, que eu tinha uma relação com ele, mas de uma forma muito séria, a acreditar naquilo que estava a dizer!», relembra. Na altura, Rui Bandeira desvalorizou a situação.

Acontece que o fã apareceu nesse evento e que foi falar com ela, perguntando-lhe se não o conhecia. «Estava muito sério para mim, perguntou-me se tinha a certeza que não sabia quem ele era e começou a ficar nervoso, a citar letras de músicas minhas e a dizer que eram para ele (…) Começou a ficar muito nervoso e agressivo». 

«Não sei o que pode acontecer se ele aparecer»

A mãe, Siara Holanda, viu-se obrigada a intervir e ligou para a mãe do jovem, que lhe revelou que o filho tinha feito mais de 400 quilómetros só para ver Bárbara. «Começou a ficar um pouco agressivo ao pé da minha mãe. Teve de ser expulso, depois voltou e ficou só a olhar para mim, muito tempo». 

«Ele foi um bocado agressivo e instável quando me viu. Causou uma situação muito desagradável, tanto para mim como para as pessoas que trabalham comigo comigo. E continua com fixação, mesmo depois de ser chamado a atenção. É algo que me preocupa», confessa. A namorada de Kasha mostra-se preocupada com o facto de ter um «trabalho público» e dos concertos serem acessíveis a toda a gente. «Não sei o que pode acontecer se ele aparecer, não é propriamente uma pessoa equilibrada». 

Chama-se Bruno e tem uma cicatriz em forma de cruz no rosto

Bárbara Bandeira adianta, que a pessoa em questão se chama Bruno e desvenda alguns traços físicos para os seguidores o identificarem e, se possível, avisarem os seguranças para o expulsarem dos concertos: é loiro platinado, tem uma cicatriz em cruz no lado esquerdo do rosto, olhos azuis vidrados e cerca de «20 e poucos anos».

«Não sei o que é que este rapaz pode fazer. Temo que possa fazer alguma coisa a si próprio também. Estou a pensar levar isto à polícia de forma a sentir-me um bocadinho segura».

Perante tantas mensagens, Bárbara afirma que resolveu tomar uma decisão e que vai este sábado fazer queixa às autoridades policiais.

Veja os vídeos!

Texto: Inês Borges/ Fotos: Arquivo Impala e DR

PUB
Top