Mulher de conhecido artista dos Xutos & Pontapés acusada de maus-tratos a animais

A denúncia foi feita por Maya, que confirma que Bastet, a mulher de músico João Cabeleira, dos Xutos & Pontapés, é a responsável por maus–tratos a animais e já foi notificada.

27 Jan 2020 | 17:35
-A +A

Maya está revoltada com a figura pública que tem os cães a viverem em condições de «higiene inexistente», «fome» e «em risco de doença». Apesar de inicialmente não ter revelado o nome da proprietária dos animais, confirma agora tratar-se de Bastet, mulher de João Cabeleira [dos Xutos & Pontapés], nomes que tinham sido desvendados nos comentários da publicação de Facebook, onde esta fez a denúncia.

«Eu tive conhecimento da situação pela associação Patudos da Costa [da Caparica]. Estou ligada a uma associação também aqui no concelho, que é a Bianca, e preocupo-me, de uma maneira geral, com as condições dos animais, sobretudo dos cães. Tive conhecimento pela associação Patudos da Costa ainda sem saber quem era [a proprietária], portanto disseram-me que era uma pessoa famosa, mas não me disseram exatamente quem era. Na altura, perguntei até se seria a Fernanda Serrano. Pareceu-me absolutamente ilógico, porque aquela casa não me parecia dela e também falavam em duas crianças, portanto descartei logo essa possibilidade», conta Maya, em declarações à TV 7 Dias.

«Na altura, a única coisa que a senhora que estava na associação me disse é que era uma pessoa ligada à área musical. Sinceramente, não pensei na Bastet, nem no João Cabeleira. Achei que aquelas imagens eram muito más e careciam de uma intervenção urgente. Quando faço post já faço a saber quem era. Achei por bem não pôr o nome, porque eles têm todo o direito de tentarem resolver esta situação sem exposição pública. De qualquer forma, acho que é a imprensa que tem de fazer este trabalho, portanto quando me perguntaram eu referi. Acho que ela pode estar a atravessar uma fase menos boa por causa do divórcio. Não sei as condições do divórcio, o que eu sei é que, com dinheiro ou sem dinheiro, há uma coisa que não é preciso dinheiro para manter que é a higiene: é água, sabão e vontade de limpar», continua a taróloga.

Maya alerta ainda que «os cães estão realmente subnutridos, podem não ter o acompanhamento veterinário que devem ter. As condições de abrigo não são as melhores, há uma queixa na GNR feita pela associação Patudos da Costa e também no Ministério Público».

«Está tudo em averiguações, ela poderá ter de apresentar o redirecionamento do espaço, pôr chips e tratar da parte da saúde, da salubridade dos animais. Se não acontecer, retiram-lhe os cães. Penso que se tiver um bocadinho de juízo vai conseguir perceber que aquilo não está bem», termina Maya.

 

IRA já está no local

Depois de Maya ter denunciado esta situação foram realizadas dezenas de queixas, o que levaram as associações de proteção de animais a tomarem medidas. A Ira – Intervenção e Resgate Animal – informou já estar no local a acompanhar a situação.

«Relativamente à denúncia para dois canídeos em situação de abandono, mal nutridos e sem garantias das condições para o bem-estar dos animais, pedimos que cessem o envio das mesmas para nós uma vez que já estivemos no local e estamos a efetuar as devidas diligências em conformidade. Já falámos com a detentora dos animais e estamos a avaliar as circunstâncias».

Já a Associação Patudos da Costa, que lançou inicialmente o alerta, relata que conhecia a situação há um mês. A mesma associação garante ter falado com a referida figura pública que «explicou tratar-se de uma situação familiar difícil (divórcio)». «Garantiu-nos que dava 5 quilos de comer de manhã e outros 5 à noite».

A TV 7 Dias tentou, por diversas vezes, chegar à fala com Bastet, mas esta nunca atendeu o telemóvel.

Texto: Luís Correia e Ricardina Batista; Fotos: Reprodução Redes Sociais

 

Leia ainda:
Os animais de estimação mais famosos!
Impala apadrinha animais no Jardim Zoológico

PUB
Top