Bastonária da Ordem dos Enfermeiros defende Maria Cerqueira Gomes após polémica

Ana Rita Cavaco, bastonária da ordem dos Enfermeiros, veio defender a apresentadora. No Instagram, publicou um ‘print’ de uma publicação de Alberto Machado, deputado do PSD.

25 Jun 2021 | 12:30
-A +A

A Autoridade Regional de Saúde do Norte avançou esta quinta feira ao nosso site que vai abrir um inquérito para averiguar os casos de vacinação contra a covid-19 no Centro de Vacinação do Cerco, no Porto.  Este processo de averiguação acontece depois da polémica causada, nas redes sociais, após a vacinação da filha da apresentadora Maria Cerqueira Gomes, Francisca, de 18 anos.

“Chegou esta tarde ao conhecimento da Task Force a vacinação, aparentemente indevida, de alguns utentes num centro de vacinação do ACeS Porto Oriental. A ARS Norte já solicitou a abertura de um processo de inquérito para se apurar o sucedido. Esta situação, que indicia a prática de atos contrários nas normas e instruções em vigor, será reencaminhada para as entidades competentes”, revela a task force ao Portal de Notícias, após um pedido de esclarecimento.

O caso gerou revolta nas redes sociais uma vez que em Portugal, os centros de vacinação aberta estão apenas abertos a maiores de 50 anos e não de 18.

Já esta sexta-feira, Ana Rita Cavaco, bastonária da ordem dos Enfermeiros, veio defender a apresentadora. No Instagram, publicou um ‘print’ de uma publicação de Alberto Machado, deputado do PSD. A publicação dá conta da existência de um ponto de vacinação livre no Cerco, no Porto. Assim, Ana Rita Cavaco defende que a apresentadora “está a dizer a verdade e foi desmentida de forma feia e pedante pela ARS Norte”.

“Não me surpreende, também têm mentido à OE e ao Secretário de Estado António Sales, dizendo estar a pagar todas as horas extraordinárias aos Enfermeiros da vacinação, sem prejudicar a actividade regular dos cuidados de saúde primários”, disse ainda.

Leia a publicação na íntegra:

“Não conheço a Maria Cerqueira Gomes nem a filha e detesto fura filas, toda a gente sabe. Mas detesto injustiças também e instituições públicas que se fazem de esfinge. Esta publicação é de um deputado do PSD, é de ontem. Maria Cerqueira Gomes está a dizer a verdade e foi desmentida de forma feia e pedante pela ARS Norte. Não me surpreende, também têm mentido à OE e ao Secretário de Estado António Sales, dizendo estar a pagar todas as horas extraordinárias aos Enfermeiros da vacinação, sem prejudicar a actividade regular dos cuidados de saúde primários. Pois não é verdade. São feias as falsidades que escrevem para nós e para o MS, como é feio desmentirem a Maria Cerqueira Gomes. Aproveito para fazer um apelo a todos para cumprirem os horários que têm agendados para vacinação. Sou Enfermeira há 24 anos e conheço bem este fenómeno infelizmente. Estão marcados para as 11h e aparecem às 8h. A vacina não vai fugir e ajudam-nos a cumprir. Obrigada a todos.”, escreveu no Instagram.

Tudo começou quando Francisca Cerqueira Gomes deu conta, através do Instagram, que já tinha sido vacinada contra a covid-19 e as críticas pelo facto de a atriz da novela “Festa é Festa”, da TVI, ter sido vacinada com apenas não tardaram a chegar.

Maria Cerqueira Gomes expôs uma das muitas mensagens que mãe e filha receberam desde então. “Como assim?! A sua filha tem mais de 37 anos para ser vacinada? Como é possível?! Das duas uma… Ou tem algum problema de saúde… Ou cunha… Mais noção… Existem profissionais de saúde que não foram vacinados porque não têm mais de 37 anos…”, criticou uma internauta, numa mensagem privada enviada a Maria Cerqueira Gomes, que esta tornou pública através dos InstaStories.

«Podíamos aparecer sem marcação»

“Para as muitas Dianas que, mais uma vez, condenam e apontam o dedo sem conhecimento”, a anfitriã dos programas “Em Família” e “Conta-me” usou a mesma ferramenta do Instagram para partilhar a resposta que deu àquela seguidora. E isto só porque tinha “um tempinho”, ironizou.

“Ontem, na cidade do Porto e noutras cidades do Norte, abriram ao final do dia duas horas para pessoas a partir dos 18 anos… Podíamos aparecer sem marcação para se tentar controlar a quarta vaga. Eu fui vacinada, a minha filha também… Como todos os outros que souberam e tiveram horas como nós à espera da oportunidade”, respondeu Maria Cerqueira Gomes. “Tenho pena que se continue a apontar o dedo sem conhecimento…”, rematou a estrela do entretenimento da TVI.

A seguir, deixou um desabafo: “Não há pandemia que acalme estas almas… Há dias em que é difícil gerir…” E deixou uma nota informativa: “Sei que hoje, no Cerco, vão fazer igual… Estejam atentos e levem água e chapéu. É duro mas compensa! Vacinam enquanto houver vacinas. Parabéns, profissionais de saúde, que mais uma vez estão a dar o litro!”.

Diretora do agrupamento de Centros de Saúde do Porto Oriental suspensa

Foi suspensa a diretora do Agrupamento de Centros de Saúde do Porto Oriental, após a polémica da vacinação contra a covid-19 de jovens de 18 anos, que motivou uma participação à Polícia Judiciária, avança a SIC.

 A confirmação foi feita aos jornalistas pelo coordenador da task-force, em declarações em Porto Santo.

 

Texto: Marta Amorim com Dúlio Silva
Veja também:
Vacinação: Autoridade abre inquérito após bronca com filha de Maria Cerqueira Gomes
“Insultada várias vezes”: Filha de Maria Cerqueira Gomes é vacinada com apenas 18 anos

PUB
Top