Batatinha e Companhia ESCLARECEM mistério da «batatada» em direto

Batatinha e Companhia estiveram no 5 para a Meia-Noite e falaram sobre tudo. Até das namoradas «juntas».

02 Nov 2018 | 13:23
-A +A

Batatinha e Companhia foram dois dos convidados da última emissão do 5 para a Meia-Noite, da RTP. A dupla de palhaços foi convidada por Filomena Cautela e Inês Lopes Gonçalves e foi submetida ao teste de Pressão no Ar

«Se não fosses palhaço eras…?», foi a primeira pergunta. A resposta foi óbvia: «Palhaço». Companhia seguiu o exemplo e respondeu o mesmo.

«Tantas anos juntos e namoradas?», perguntou Filomena. «Juntas também», respondeu o Batatinha entre gargalhadas.

 

«Alguém lá em casa vai-se sentir seduzido» 

A pergunta seguinte foi dirigida para o Companhia. «Já seduziste alguém vestido de palhaço?». «Já, todos os dias. Olha, ainda agora. Não sei para quem, mas alguém lá em casa se vai sentir seduzido por mim», brincou.

«Quanto tempo demora a fazer o teu bico?», perguntaram a apresentadora. «Oh Filomena, desculpa lá! Isso agora até parecida uma pergunta no Revenge of the 90s.»

Batatinha completa: «Ele é muito novo para essas coisas. Deixa-o estar, coitadinho!». «Mas não demora muito tempo, é uma coisa rápida», continuou o palhaço.

«Como é que reagem quando as crianças dizem que têm medo de palhaços?», foi mais uma das questões. «Reagimos muito bem. Nós, às vezes, também temos medo delas».

 

«[Andámos] à batatada e à ‘companhada’»

No momento em que ficaram realmente sob alta pressão, os palhaços receberam a seguinte questão: «É ou não é verdade que vocês andaram à batatada num programa de televisão?».

«Ah pois foi. À batatada e à ‘companhada’», respondeu prontamente Companhia. «À cebolada também», acrescentou o antigo protagonista da Batatoon, em tom irónico.

O palhaço tentou esclarecer. «O problema é que não aconteceu. O problema foi esse. Todos os dias, ele mandava-me contra a portinha. Depois havia sempre um segundo problema, quem é que ia arranjar a portinha? Ou era eu ou era ele, era sempre eu. Naquele dia não houve pontapé, não houve portinha para arranjar e eu desconcentrei-me e olha, pronto», relata Companhia.

«Eu senti muitas saudades de andar realmente numa grande batatada», finaliza Batatinha.

O mistério da briga, que, alegadamente, aconteceu há 16 anos, continua no ar. Apesar de os palhaços tentarem esclarecer que não aconteceu nada demais, até Nuno Lopes já confirmou o assunto.
No ano passado, em conversa com Herman José, o ator disse: «Eu tenho muito em comum com o Companhia porque, realmente, também já tive de ir aos cornos a meia dúzia de palhaços que andam aí, meus amigos».

Assista ao vídeo.

PUB
Top