Bebé de um mês afinal não morreu…?

Os incêndios voltam a devastar o país. Acompanhe todos os acontecimentos.

17 Out 2017 | 15:45
-A +A

Afinal, o bebé de um mês não morreu, de acordo com o Comando Distrital de Coimbra, que contradiz a Proteção Civil. De facto, o  bebé de um mês, dado como morto pela Proteção Civil, não será uma das vítimas dos incêndios de 15 de outubro. A notícia, avançada pela TVI24, é confirmada pelo Comando Distrital de Coimbra. O CDOS daquele distrito contraria, assim, a informação avançada na tarde de segunda-feira por Patrícia Gaspar, adjunta da Proteção Civil.

(atualização 14:43)

A Proteção Civil confirmou a 37.ª vítima mortal dos incêndios de 15 de outubro. A RTP avança que um homem, que se encontra desaparecido na Pampilhosa da Serra, poderá ser a 38.ª vítima.

(atualização 17/10; 12:37)

Número de mortos acaba de aumentar para 36, avança o Jornal de Notícias. Os dados não são finais, pelo que o número ainda pode aumentar.

O bebé de um mês que se encontrava desaparecido já foi encontrado sem vida, em Tábua.  Até às 20h de dia 16, mantém-se o alerta vermelho.

17 pessoas morreram em Viseu, 13 em Coimbra, duas na Guarda e uma em Castelo Branco. Estão também sete pessoas desaparecidas e há 51 feridos, 15 com gravidade.

Leia tudo ao minuto aqui!

PUB
Top