Big Brother 2020: Quanto eles ganham em publicidade e em presenças

Jessica e Pedro Alves são dos mais requisitados pelas marcas. E, como bares e discotecas têm estado fechados, há restaurantes a contratar ex-concorrentes.

06 Set 2020 | 21:30
-A +A

Ao longo dos últimos 20 anos, os concorrentes do Big Brother – e de outros reality shows – ganharam muito dinheiro em presenças em bares e discotecas de norte a sul do país. Apesar de a maioria dos estabelecimentos noturnos estar atualmente fechado, devido à pandemia de Covid-19, os últimos moradores da casa mais famosa do país encontraram outras formas de rentabilizar a fama.

De acordo com uma revista semanal, as mais requisitadas pelas marcas para o mundo digital são Iury e Jessica. Por cada story que fazem no Instagram cobram 250 euros, e por cada post 500. Já no caso dos rapazes, os que mais faturam em publicidade são Pedro Alves e Hélder, que cobram os mesmos valores.

Presenças em restaurantes

Apesar de nenhum deles ainda ter feito presenças em bares e discotecas, a TV Guia revela também que há restaurantes interessados em contratar alguns ex-concorrentes do BB2020.

Sandrina, por exemplo, já tem uma presença marcada no norte, com restrições no número de pessoas e com o dever de marcação prévia, e irá ganhar cerca de 300 euros, mais hotel e refeições pagas. Este evento terá sido adiado, porque a alentejana foi submetida a uma cirurgia de redução mamária na última semana. A ex-concorrente já está em casa a recuperar, mas as próximas semanas deverão ser de repouso quase absoluto.

O casal Pedro e Jessica cobram 500 euros por cada presença em casal.

 

Leia ainda:
Sandrina já foi operada às maminhas e mostra-se na cama da clínica | Vídeo
Sandrina recebe a tão esperada mensagem de Ana Malhoa: «Ai, adoro. Ela conhece-me»
Relação em risco? Pedro Alves e Jéssica têm discussão acesa por causa de anel de ‘ex’
Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: reprodução redes sociais e divulgação TVI

 

 

PUB
Top