“Big Brother”: Pedro foi “massacrado” por Teresa Guilherme e “humilhado pela produção”

O melhor amigo de Pedro fala sobre as humilhações feitas ao ilusionista e critica produção, concorrentes e comentadores do “Big Brother”. Filipe explica ainda alguns dos comportamentos do amigo.

14 Nov 2020 | 18:00
-A +A

Pedro tem estado no centro das polémicas dentro da casa mais vigiada do país e foi um dos grandes protagonistas da passada gala de domingo, dia 1 de novembro, do “Big Brother”. O ilusionista foi confrontado com imagens das discussões e levou um grande “puxão de orelhas” de Teresa Guilherme, que saiu em defesa dos restantes concorrentes.

Porém, à semelhança do que já aconteceu com outros jogadores, a rainha dos reality shows voltou a ir longe demais nas palavras e acabou por ser arrasada e acusada de perseguir e massacrar Pedro, nas redes sociais. “Fazem-lhe bullying, que triste TVI!”, pode ler-se na página de Instagram do programa. “Vergonhoso este ataque da Teresa Guilherme ao Pedro”, “Está demais essa parcialidade da apresentadora. Faz suposições tão venenosas” e “Esta Teresa é completamente parcial. Chega a ser mal educada”, pode ler-se.

Quem também não gostou de ver Pedro ser enxovalhado foram os amigos e a família. Filipe Rodrigues, um dos melhores amigos do concorrente de Alverca do Ribatejo falou com a TV 7 Dias sobre o que se tem passado dentro da mansão da Ericeira. “Foi uma situação que nunca tinha visto num programa destes, fazerem um ataque tão feio a um concorrente. Aquelas imagens estão cortadas e mostram apenas a reação e não o início de todas as ações”, começa por afirmar.

“Aquilo é um programa e quem vai para um programa destes sabe que está sujeito a este tipo de situações independentemente depois das estratégias que a produção utiliza para criar alguma reação nos concorrentes”, lamenta Filipe.

“Nada justifica estas peixeiradas e faltas de educação. Ele é constantemente rejeitado, foi humilhado pela produção em direto, vê os outros todos chateados pela Carina ter ido embora, claro que é difícil estar numa casa onde cada vez que abre a boca se riem, gozam e não o deixam falar”, sublinha.

O melhor amigo do ilusionista tem mantido contacto com os pais do concorrente e tenta acalmá-los. “Os pais do Pedro são pessoas que não conseguem ter o mesmo tipo de entendimento que nós do jogo. A mãe do Pedro de vez em quando liga-me e eu tento acalmá-la, dizer-lhe que é uma brincadeira e que quando vierem cá para fora vão ser todos amigos mas claro que não gostam de ver estes ataques. Ela gosta de o ver lá dentro, acha piada. Mas claro que não gosta quando falam coisas do filho que não correspondem à realidade e quando gozam com ele e o tratam mal, que é quase sempre”, revela Filipe Rodrigues.

Ele não é nenhuma virgem Maria mas está a ser mal compreendido lá dentro e também cá fora. O comentário da Marta Cardoso a dizer que ele tinha um problema mental…é muito infeliz. Como não conseguem perceber o Pedro vêm com estas teorias!”, diz, revoltado.

Ninguém parece compreender o comissário de bordo, no entanto, quem o conhece garante que Pedro está a ser fiel a ele mesmo. “O que para nós acaba por ser hilariante é que nós sabemos a personagem que ali está e ouvir determinados comentários desde redes sociais, aos concorrentes, a comentadores e apresentadores, é hilariante! Chegarem ao ponto de dizerem que o Pedro tem uma estratégia lá dentro… quem o conhece só consegue rir!”, atira o melhor amigo do concorrente.

“O Pedro tem zero estratégia! É um cabeça no ar, não há ali nada de jogo. A única preocupação dele, é estar bem com toda a gente. Ele é assim lá dentro e cá fora. Às vezes vou com ele na rua e ele tem necessidade de falar com as pessoas, criar amizades e às tantas vou a ver e já está a fazer um truque de magia cheio de pessoas à volta. Tem muita necessidade de aprovação. Aquilo que lhe está a acontecer naquela casa é uma rejeição total”, assegura, acrescentando: “O grande problema é que, enquanto ele não sente a aceitação das outras pessoas, e por isso é que lhe chamam o pica miolos, ele não descansa! Só quer paz, amizade e entreter.”

Filipe acredita que esta necessidade constante de aprovação advém de “alguma falta de confiança” e lamenta que os colegas do jogo não o consigam entender. “Ele é uma pessoa cujo cérebro pensa muito rápido e depois a parte de articulação do discurso não é fluida, ele tem esse problema. A somar a isso tem as pessoas constantemente a interrompê-lo. Depois fica naquela agonia de querer expressar-se e explicar o que sente e fica mais frustrado e o discurso fica pior e o pessoal acha que ele é tontinho ou está a jogar. A Jéssica por exemplo já o tratou muito mal. É uma miúda que consegue gozar com as pessoas de uma forma inteligente. Conseguiu chamar-lhe palhaço e otário e tudo e mais alguma coisa, com classe. Com tanta classe que até a produção lhe deu aquele teatrinho da Alice no País das Maravilhas. Ela tem esse dom e depois vai sempre para cima dele. ”, afirma Filipe.

O amigo do ilusionista garante que os concorrentes “não estão preparados para aceitar a diferença” e fazem de Pedro “um bode expiatório e um saco de pancada.”

“Não faz o género dele”

 

Muito se tem falado na casa sobre um alegado interessa de Pedro em Sofia. Quando questionado sobre o assunto, o amigo Filipe solta uma gargalhada. “Ele estar interessado na Sofia é a coisa mais descabida que existe no mundo. O Pedro nunca na vida olharia dessa forma para uma pessoa como a Sofia. Não faz o género dele, não tem o perfil. Zero, em todos os aspetos! Não há a mínima hipótese e quem conhece o Pedro sabe disso. Eu acho que ela é que tem um interesse qualquer pelo rapaz! Se houver interesse é da parte dela! Não para de falar nele…de o chamar”, atira.

Texto: Maria Inês Gomes (ines.gomes@impala.pt); Fotos: Divulgação TVI

 

Veja também:
Pedro entrou no Big Brother com problema de saúde secreto!
Pai de André ataca Rui Pedro mas não poupa filho a críticas

PUB
Top