“Big Brother”: Sofia sofreu aborto e ex-marido era viciado no jogo e em pornografia

Sofia revelou que sofreu um aborto e que agradeceu “a Deus por não ter tido o bebé”. O ex-marido da concorrente do “Big Brother” tinha era viciado no jogo e em pornografia.

07 Nov 2020 | 19:30
-A +A

Sofia afirmou ter sofrido um aborto. A concorrente do “Big Brother – A Revolução” fez esta revelação quando, tal como os colegas, foi desafiada pelo soberano a abordar um dos momentos mais “frágeis” da sua vida.

“Na altura fiquei agradecida a Deus por não ter tido o bebé, porque não queria trazer uma criança para aquela situação”, atirou a hospedeira de bordo, que já tinha admitido ter estado envolvida numa relação que lhe era nociva. Desta vez, descreveu-a como “tóxica” e “co-dependente”.

“Acabou por destruir a minha autoestima”, contou Sofia, que, apesar de tudo, ainda sonha com a maternidade. “Obviamente, penso que gostava de ser mãe e espero vir a ser”, afiançou.

Questionada sobre a forma como este momento moldou o seu carácter, a concorrente do reality show da TVI disse que a relação abusiva fez com que se “sentisse culpada por tudo” e que desenvolveu um “medo de ser manipulada outra vez”. Fruto da sua experiência, Sofia ainda hoje receia percepcionar mal as pessoas, isto porque foi “muitas vezes mal entendida quando não tinha culpa nenhuma”.

A hospedeira de bordo disse ainda ter sido “abusada psicologicamente e não só”, não se alongando mais sobre o assunto. “Deixei de pensar em mim, de acreditar que merecia mais e que não merecia ser desvalorizada”, admitiu, emocionada.

Apesar de tudo, Sofia afirmou estar “orgulhosa” de não ter mudado a sua essência e de não se ter “transformado numa pessoa agressiva ou que perpetue o ciclo vicioso da agressividade”. “Sinto que estou a reconstruir-me e sinto-me feliz com isso. Começo a reconhecer a pessoa que eu era”, referiu.

 

Ex-marido de Sofia tinha três vícios

 

Ainda durante a conversa com o “Big Brother”, Sofia abordou uma particularidade do seu já extinto casamento. “O meu ex-marido tinha 3 vícios: um deles era o jogo, o outro prefiro não falar e o outro era a pornografia. E isso foi uma coisa difícil de superar”, desabafou a hospedeira de bordo, que preferiu omitir um dos vícios para “proteger” o antigo companheiro.

Para a concorrente, o apoio dos familiares foi fundamental para seguir a sua vida em frente. “Tenho de dar graças a Deus por ter uma família linda que me apoiou. Na altura, não partilhava as coisas porque não queria preocupar ninguém, então passei por elas sozinha”, explicou, admitindo que “provavelmente deveria ter pedido ajuda”. “Não o fiz, mas tenho a certeza que estou a conseguir voltar ao que eu era. Só quem passa por ela é que sabe”, acrescentou.

A hospedeira de bordo finalizou o seu testemunho com as aprendizagens que retirou dessas experiências. “Sinto-me forte, corajosa, e sinto-me orgulhosa por continuar a acreditar no amor, continuar a querer entender as pessoas e a continuar a ser doce. Não me sinto revoltada ou vitimizada. Acredito que tudo acontece por uma razão e que eu precisava de passar por isto e superar isto. É o que estou a tentar [fazer] e sinto que estou no bom caminho”, rematou.

 

Texto: Alexandre Oliveira Vaz; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top