Bruno de Carvalho: «Não sei onde está a minha filha Diana»

Bruno de Carvalho está em direto na televisão nacional.

19 Mai 2018 | 15:35
bruno de carvalho sporting
-A +A

«Eu, neste momento, não sei onde está a minha filha Diana, porque a minha ex-mulher desapareceu com a minha filha Diana»,disse em direto Bruno de Carvalho, acrescentando que Cláudia Dias Gomes afirma que «não estão reunidas as condições de segurança».

Tentámos entrar em contacto com Cláudia mas tal não foi possível.

A menos de 24 horas da mais polémica final da Taça de Portugal da história do futebol nacional, Bruno de Carvalho fala, em conferência de imprensa, sobre a situação de crise que o clube atravessa. Cinco dias depois de jogadores e equipa técnica terem sido agredidos na Academia do Sporting, em Alcochete, o presidente do clube de Alvalade revela que o «acto criminoso» que ali aconteceu não começou «há um mês», por ocasião do nascimento da sua terceira filha.

«Os atletas não têm culpa nenhum do que se passou na Academia, foi um ato criminoso, mas teve uma origem, e não foi a 6 de abril ou a 7 de abril, quando estava a um dia de saber se a minha filha mais nova sobrevivia», disse o presidente dos leões.
Bruno de Carvalho e Joana Ornelas foram pais de Leonor a 9 de abril. A bebé ficou hospitalizada durante alguns dias. Agora, é o próprio presidente do Sporting que revela que a criança correu perigo de vida.

«O que menos me importava era o que estava a ser vivido contra mim e atos de intimidação. Estava com a minha mulher a lutar pela vida da nossa filha, que agora tem um mês. Não sabíamos se nascia ou não.», disse Bruno de Carvalho.

Bruno de Carvalho ataca Rui Patrício

Um dos principais alvos desta conferência de imprensa, marcada para o dia que antecede o Sporting-Desportivo das Aves, foi Rui Patrício. O guarda-redes e capitão do Sporting foi fortemente criticado por Bruno de Carvalho. «Rui Patrício não pode dirigir-se a adeptos dizendo-lhes que estavam pagos, tem que ter mais inteligência emocional do que isto.», atirou o presidente do Sporting, que diz ainda estar a ser alvo de «terrorismo» e de «bullying».

 

 

PUB
Top