EXCLUSIVO! Bruno de Carvalho não tem viatura própria e anda à boleia da namorada

Bruno de Carvalho pediu para não estar presente nas restantes audiências do julgamento do ataque à Academia do Sporting. Como fundamento, alegou o facto de trabalhar e de não ter carro próprio.

22 Nov 2019 | 15:50
-A +A

Bruno de Carvalho pediu, através do seu representante legal, Miguel Fonseca, dispensa das restantes audiências do julgamento do ataque à Academia do Sporting, em Alcochete. Como fundamento para este requerimento, o ex-presidente do Sporting, um dos 44 arguidos envolvidos no processo, alegou ter de trabalhar duas horas de manhã e outras duas horas de tarde.

Mas não foi este o único motivo para o pedido de escusa. Bruno de Carvalho revelou também, através do seu causídico, não ter viatura própria para se deslocar até ao Tribunal de Monsanto, onde está a decorrer o julgamento do ataque à Academia do Sporting, que teve início a 18 de novembro.

Aliás, foi precisamente nesta condição que a TV 7 Dias encontrou Bruno de Carvalho: dependente de boleia. Foi no passado dia 18 de novembro, pouco passava das 8 horas, que a nossa/sua revista apanhou o ex-líder do clube leonino a sair com a namorada da casa onde ambos residem. Ao volante do carro, sentou-se a jovem. Afinal de contas, Bruno de Carvalho não tem carro próprio.

Apesar de ter pedido para estar ausente das próximas sessões de julgamento, é esperado que o ex-presidente regresse ao Tribunal de Monsanto onde deverá apresentar a sua versão dos factos, perante o coletivo de juízes presidido por Sílvia Pires.

 

Saiba o resto da história e veja esta e outras fotografias na edição da TV 7 Dias que agora chega às bancas.

 

Texto: Carla Ventura; Fotografias: D.R. e Helena Morais

PUB
Top