Bruno de Carvalho escreve TEXTO BIZARRO para falar sobre divórcio de Joana Ornelas

O ex-presidente do Sporting voltou a usar as redes sociais para fazer revelações sobre a situação familiar. Bruno de Carvalho recriou um diálogo fictício, no qual faz revelações sobre o divórcio.

03 Set 2018 | 17:34
-A +A

Com as eleições no Sporting prestes a acontecerem, Bruno de Carvalho está cada vez mais ativo nas redes sociais. Permanece a incógnita sobre o que acontecerá no dia 8 de setembro com a candidatura do ex-presidente dos leões. O que é certo é que Bruno de Carvalho parece não querer remeter-se ao silêncio.

Recorde: Filha de Bruno de Carvalho acusa mãe de violência

 

Num longo texto, intitulado «Sporting – Divórcios – Conversas de Café», Bruno de Carvalho recria um diálogo fictício em que vai fazendo algumas revelações sobre o processo de divórcio de Joana Ornelas, com quem se casou em julho de 2017.

Veja mais: Bruno de Carvalho e Joana Ornelas separados

 

O ex-líder leonino começa por escrever: «isto podia ser uma conversa de um adepto comigo». E prossegue a desfiar um diálogo hipotético. Aqui ficam alguns excertos.

Bruno de Carvalho (BC): A minha última ex-mulher [Joana Ornelas] trabalhava no Clube faz 10 anos mas fui criticado por todos por ela lá trabalhar!

Adepto Imaginário (AI): Mas isso faz parte, Presidente. Ou era ingénuo de pensar que não o iam atacar a si e à sua família?

BC: Ahhhh… portanto vocês podem falar da família mas eu não?

AI: Claro, Presidente. Você não tem direitos, só obrigações e por isso deixe lá isso da família…

(…)

BC: Então não devo sequer tocar no assunto de não me estar a querer vingar de ninguém, querendo apenas paz e solidez na minha vida pessoal?

AI: Claro que não… isso interessa a quem?

Nesta parte do diálogo com o hipotético adepto, Bruno de Carvalho introduz o tema do alegado pedido de indemnização à ex-mulher.

 

BC: Hummm e não posso dizer que é mentira querer ficar com a Leonor [filha do ex-casal] , nem querer 30 mil euros de ninguém (é só o valor da acção que decide qual o tribunal a ficar com o assunto)?

AI: Claro que não… isso interessa a quem?

Bruno de Carvalho faz também referência indireta ao facto de a filha mais velha, Ana Catarina, poder ser testemunha do processo.

 

BC: Ahhh então não interessa explicar que as testemunhas que chamei não servem para atacar ninguém, mas apenas para demonstrar que já não existem hipóteses de o casamento subsistir…

AI: Claro que não… isso interessa a quem?

BC: Bem, então devo ser caluniado, difamado, atacado, ver a minha vida pessoal duas vezes já destruída em 5 anos de Sporting CP e me calar?

(…)

Neste próximo segmento, o ex-presidente do Sporting faz referências a supostos rumores de consumo de álcool e drogas.

BC: E já agora as drogas e a bebida… correcto?

AI: Isso… isso… é um drogado e um bêbado… e isso já interessa pois está louco e tem de ser internado…

BC: Ok! Mas já agora não sou drogado nem bebado…

AI: E? Isso não interessa a ninguém… É e pronto… Seja homem e aceite!

Veja aqui o post completo

 

PUB
Top