Canção que unia Cristina a Casinhas fala sobre… amores não correspondidos

Cristina Ferreira revelou qual a canção que marcou o romance com o pai do filho. No entanto, a letra da música de Laura Pausini é tudo menos alegre e fala sobre um amor que corre mal.

20 Set 2019 | 12:30
-A +A

Cristina Ferreira foi a primeira convidada do programa de Iva Domingues, Virar o Jogo. A apresentadora da SIC esteve no formato do Canal 11 e entrou em estúdio ao som do êxito dos anos 90, Strani Amori, da cantora italiana Laura Pausini.

Embevecida, Cristina revelou a Iva Domingues o significado desta canção. «É a música do meu amor pelo pai do meu filho. Porque nós tínhamos esta música como nossa», revelou Cristina, referindo-se a António Casinhas.

Lançada em 1994, Strani Amori não é propriamente uma canção de amor. A música, que em português significa «Estranhos Amores», fala sobre relações que causam «problemas». Laura Pauisini canta que sabia que o romance «era uma mentira». «Quanto tempo perdido atrás dele / que promete e nunca muda».

Os últimos versos chegam até a ser premonitórios do que viria a acontecer mais tarde à relação de Cristina Ferreira e António casinhas. «Lamento mas preciso ir embora / desta vez prometi a mim mesma / porque tenho vontade de um amor verdadeiro / sem ti».

Cristina Ferreira e António Casinhas estiveram juntos durante 15 anos. O casal separou-se em 2011 e mantém uma relação muito próxima. Têm um filho em comum, Tiago, de 11 anos.

 

«Se um dia casasse tinha de ser ela a cantar. Ainda não desisti»

 

No início da conversa, Cristina Ferreira aproveitou para brincar com o facto de, em estúdio, estar presente o ex-namorado de Iva, Ângelo Rodrigues. «Tu tens aqui o teu e eu teria aqui o meu». «Exato, os nossos ex’s», respondeu a apresentadora do canal 11. Ângelo Rodrigues é, recorde-se, o DJ residente do programa.

Iva Domingues explicou como conseguiu descobrir o significado da canção de Laura Pausini. «Quem me respondeu disse que esta era a música da tua vida», contou. «É verdade. Durante todo o tempo em que eu e o pai do meu filho estivemos juntos, e mais na fase inicial de namoro, era esta a música que tocava em todo o lado. Eu disse, várias vezes, que se um dia casasse tinha de ser ela a cantar [Laura Pausini]. Ainda não desisti, mas tinha de ser com outra música», disse, entre risos.

 

Texto: Raquel Costa e Redação WIN – Conteúdos Digitais | Fotos: Arquivo Impala e redes sociais

 

Veja mais:
Cristina Ferreira quer ter rivais da TVI no seu programa. «Por mim, já tinham ido todos»
Iva Domingues comove-se a falar de Ângelo e dedica estreia ao ex!

PUB
Top